Conecte-se connosco

Tribunais

Sete anos preso por assalto a carrinha de valores em Poiares

Publicado

em

Chegou ao fim o julgamento do gangue que assaltou uma carrinha de valores no Minipreço de Vila Nova de Poiares, em novembro do ano passado. Os três homens vão cumprir penas de prisão, entre os seis anos e nove meses e os sete anos. Já as três mulheres viram as penas serem suspensas. 

O Tribunal de Coimbra condenou três homens, com idades entre os 31 e os 44 anos, a penas de prisão efetiva por furto e dano numa carrinha de transporte de valores. A pena mais pesada, de sete anos, foi aplicada a um dos arguidos que também estava acusado de tráfico de droga.

As três mulheres, com idades entre os 23 e os 27 anos, também arguidas neste processo viram o coletivo de juízes atribuir-lhes penas de prisão entre os três anos e sete meses e os quatro anos e dois meses, todas suspensas.

O assalto ocorreu a 9 de novembro do ano passado quando funcionários de uma empresa de segurança iam colocar dinheiro na caixa multibanco do Minipreço. O furto rendeu 30 mil euros aos assaltantes, mas o dinheiro foi recuperado pela Polícia Judiciária cerca de um mês depois em buscas domiciliárias na zona da Grande Lisboa.

Durante o julgamento, dois dos assaltantes confessaram os crimes e ilibaram as companheiras, também arguidas. Os ladrões confessos pediram desculpa e estabeleceram um acordo de pagamento em prestações com a Caixa de Crédito Agrícola, proprietária do dinheiro furtado. O banco desistiu da queixa contra os restantes quatro arguidos.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com