Conecte-se connosco

Câmaras

Orçamento do município de Miranda do Corvo reduzido em 2,3 milhões

Publicado

em

O município de Miranda do Corvo reduziu o Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2014 em 2,3 milhões de euros relativamente ao ano em curso, ajustando-o à nova Lei das Finanças Locais, anunciou hoje o executivo autárquico.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara, Miguel Baptista (PS), explicou que se trata de um orçamento de “contenção, rigor e ajustamento inevitável aos momentos que se vivem”, que atinge os 14 milhões de euros, dos quais mais de seis milhões são para despesas correntes.

“Estamos a fazer um ajustamento difícil, mais de acordo com a realidade, sem empolamentos, seguindo as orientações da nova Lei das Finanças Locais e da Lei do orçamento do Estado para 2014”, explicou o autarca.

O setor do ordenamento do território é aquele que assume maior dotação orçamental, com a continuidade das obras em curso com financiamento comunitário, como é o caso da requalificação no Alto do calvário e Igreja Matriz e construção do Jardim da Paz e Casa do Design.

Para o próximo ano, o presidente do município de Miranda do Corvo apontou como prioridades a continuação das obras em curso e a área social, com o reforço de verbas para o fundo de emergência social, proteção civil e bombeiros voluntários e Juntas de Freguesia.

O turismo, segundo Miguel Baptista, será também uma das áreas prioritárias do executivo, que aposta na criação de um Centro de Estágio para atletas de “trail-running”, na construção de um Parque Aventura, na realização da primeira Feira de Gastronomia, Caça e Turismo, na reconstrução do Mosteiro de Semide e criação de um Programa de Valorização Turística.

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com