Deputados

Mário Ruivo defende valorização e liberdade dos militantes do PS Coimbra

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 22-07-2014

Mário Ruivo apresentou esta segunda-feira a sua candidatura à liderança da Federação Distrital de Coimbra do Partido Socialista, tendo contado com o apoio de militantes de todo o distrito que encheram as salas Mondego e Choupal do Hotel D. Luís.

PUBLICIDADE

Vieira da Silva, João Portugal, Luís Filipe Pereira, Paulo Campos, Luís Antunes, Emílio Torrão, António Ramos de Carvalho, Francisco Rolo, Paulo Valério, António Rochete, Fausto Carvalho, Luís Santarino e Horácio Antunes destacavam-se no meio dos socialistas que estiveram presentes no evento que contou com a apresentação do carismático José Conde, líder de audiências na radiodifusão local na Beira-Serra.

Mário Ruivo, deputado à AR, garante “uma liderança com experiência e provas dadas, alicerçada numa visão diferente da política, garantindo que conta com todos os militantes de Coimbra, que respeita a autonomia das concelhias, que promove a discussão política e a proximidade aos militantes”.

PUBLICIDADE

É imperioso por fim a uma lógica conflituosa e sancionatória de gestão de sensibilidades e criar condições para que todos os militantes possam expressar-se de forma livre e ao mesmo tempo respeitando as regras, princípios e valores fundamentais do Partido Socialista, defende o oponente de Pedro Coimbra.

Uma das propostas de Mário Ruivo que mais aplausos mereceu é a criação de uma plataforma digital de participação aberta a militantes e simpatizantes, que terá como principais objetivos, a valorização dos militantes e simpatizantes e a identificação de projetos e ideias que contribuam para a afirmação desta grande região no contexto nacional, projecto que culminará numa grande Convenção Distrital.

PUBLICIDADE

Mário Ruivo lembrou ainda que é necessário ter uma nova visão estratégica para Portugal e desenhar uma nova agenda centrada na valorização dos nossos recursos, na modernização das instituições e do tecido económico, na coesão social e no conhecimento.

O advogado também não se esqueceu de criticar a coligação que nos governa, reafirmando que à indiferença e insensibilidade deste Governo, urge responder com responsabilidade e afirmar valores e projetos que sejam reconhecidos pelos portugueses.

Afirmar “Coimbra como capital da Região Centro e conferir ao PS Coimbra a importância que tem de ter perante os cidadãos do nosso Distrito e no todo Nacional” é outro dos desejos de Mário Ruivo, que promete a defesa intransigente do Metro Mondego, a concretização do IC 6 e a ligação de Coimbra a Viseu, bem como outros projetos estruturantes como a valorização do Porto da Figueira da Foz.

Ruivo aposta ainda na valorização de  Coimbra como cidade da saúde, pela sua importância intrínseca mas também pelo que representa para o distrito em termos de Turismo e  na valorização do conhecimento, da criatividade, da inovação, da investigação e do capital humano. Tudo isto com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento inteligente, inclusivo e sustentável.

Apoiante  de António Costa, mas contando com o apoio de de militantes que estão com António José Seguro, Mário Ruivo reafirma que,  “em linha com a sua conduta, princípios e valores e de acordo com a sua forma de fazer politica, o candidato a Primeiro-ministro do PS que saia vencedor das primárias agendadas para dia 28 de Setembro, terá o seu total e solidário apoio”.

Comigo sabem que terminado este ciclo eleitoral, serei o Presidente de todos os socialistas de Coimbra, garantiu Mário Ruivo aos seus apoiantes que, apesar de ser segunda-feira, fizeram questão de estar com seu candidato à liderança do PS no distrito de Coimbra.

O jurista Paulo Valério foi o primeiro a usar da palavra para lembrar que a política serve para as pessoas, para arranjar soluções para pessoas, pessoas que precisam que a politica se saiba reformar.

João Portugal, deputado presidente da concelhia socialistas da Figueira da Foz foi bastante critico em relação à liderança de Pedro Coimbra, tendo acusado o actual presidente da Federação de ter abandonado as concelhias que deixaram de o apoiar, indo ao ponto de ter “cortado” o pagamento das despesas correntes das estruturas locais.

Emílio Torrão, presidente da Autarquia de Montemor-O-Velho, “um dos grandes vencedores das últimas autárquicas”, explicou que parte dessa vitória se deve a Mário Ruivo, que lhe deu todas as condições para vencer.

Vieira da Silva, apoia Mário Ruivo pela pessoa  que  ele é, pela política que defende. O antigo Ministro da Segurança Social e da Economia elogiou a postura também postura profissional do candidato, afiançado  que sabe bem como Mário Ruivo trabalha com seriedade, “com a seriedade com que sempre trabalhou em cargos de responsabilidade política”, sempre em defesa da coisa pública, mantendo sempre a serenidade em situações eram difíceis.

Veja fotografias e vídeos no Facebook de NDC clicando aqui

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE