Crimes

“Mandou matar amante em Miranda do Corvo” de volta ao tribunal

Notícias de Coimbra | 1 mês atrás em 14-06-2024

Aconteceu, no início da tarde desta sexta-feira, dia 14 de junho, a segunda sessão de julgamento de Joana Batista, a mulher que mandou matar o amante em Miranda do Corvo.

PUBLICIDADE

Nesta sessão, o Tribunal de Coimbra pediu a audição do Inspetor da Polícia Judiciária responsável pelas perícias ao telemóvel dos dois arguidos, avança a CMTV.

Joana Batista está a ser acusada de homicídio qualificado, encontrando-se em prisão preventiva. Recorde-se que a mulher traçou um plano para matar o amante, João Ramos, ao prometer-lhe um encontro sexual. O homem acabou morto com 15 facadas.

PUBLICIDADE

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE