Carteira

JSD de Coimbra exige reformulação profunda do programa de arrendamento jovem

Notícias de Coimbra | 6 anos atrás em 11-09-2018

A Comissão Política Distrital da JSD entregou aos deputados eleitos pelo PSD em Coimbra uma proposta de reformulação profunda do programa de arrendamento jovem existente em Portugal que os jovens social democratas consideram “obsoleto, desligado da realidade e incapaz de responder ao pesadelo que é hoje o processo de emancipação de um jovem português”.

PUBLICIDADE

José Miguel Ferreira realçou que “segundo vários dados publicados, os jovens portugueses emancipam-se, em média, depois dos 29 anos enquanto que os nórdicos, por exemplo, saem de casa dos pais aos 22. Esta tardia emancipação tem consequências nefastas para Portugal, nomeadamente em termos de natalidade.”

PUBLICIDADE

Para o Presidente da JSD Coimbra, existem “três razões fundamentais que originam esta realidade: o centralismo existente, o baixo nível de rendimentos em especial dos mais jovens e, obviamente, a questão da habitação jovem que é ignorada em absoluto pelo governo. Atualmente, o Estado português continua a olhar para o programa de arrendamento jovem como uma esmola, esquecendo que este deve ser base de uma política séria e alargada de fomento da emancipação e da natalidade”.

A proposta entregue aos deputados social-democratas pretende “revolucionar o programa de arrendamento jovem”. Das principais medidas inseridas na proposta, salienta-se “a atualização dos valores máximos de renda admitidos para os níveis dos valores reais praticados no mercado imobiliário, a existência de um período de candidaturas continuo, a exigência de um prazo de resposta de 15 dias pela entidade gestora, a redução das taxas liberatórias para situações de arrendamento jovem e o reforço do papel dos municípios na gestão do programa”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Para que a reformulação seja possível, a JSD defende “a criação de um orçamento de base 0 em 2019 para o programa, de forma a garantir que este tem a dotação financeira necessária para dar resposta às necessidades dos jovens portugueses.”

Os jovens social democratas de Coimbra delegaram nos deputados eleitos pelo PSD em Coimbra a responsabilidade de a levarem até ao grupo parlamentar, de forma a este a concretizar numa proposta a ser votada na Assembleia da República.

Maurício Marques e Fátima Ramos destacaram “a iniciativa da JSD Distrital de Coimbra e a sua perspicácia em compreender a importância deste tema para a sociedade portuguesa.” Os deputados não esconderam a alegria de verem uma proposta deste relevo “ser oriunda de Coimbra”.

Para os parlamentares, “é preciso responder ao marasmo que se sente em grande parte da região e é precisamente com iniciativas liderantes como esta que isso pode ser uma realidade. Coimbra tem de ser base do pensamento nacional”.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE