Governo

Isto não foi dito num concurso de misses. Ministro da Economia quer ideias inovadoras e que mudem o mundo

Notícias de Coimbra | 2 meses atrás em 29-09-2023

O ministro da Economia e do Mar, António Costa e Silva, desafiou hoje os empresários a implementarem em Carregal do Sal, na nova incubadora, o Mercado D’Ideias, ideias inovadoras e que mudem o mundo.

PUBLICIDADE

publicidade

“O nosso pior defeito é sermos um povo muito individualista, é não trabalharmos uns com os outros, é não construirmos grandes plataformas colaborativas, mas a história ensina-nos que, quando nos unimos, nós fazemos a diferença”, disse o governante.

PUBLICIDADE

António Costa e Silva falava para uma plateia onde estavam diversos empresários da região de Carregal do Sal, durante a sessão de inauguração, hoje, do Mercado D’Ideias, uma incubadora com oito salas, um salão e uma copa de apoio.

PUBLICIDADE

“Em íntima ligação com as autarquias, com as CIM [comunidades intermunicipais] e com os empresários e associações empresariais nós podemos transformar o País e dar um salto significativo para o futuro”, sustentou.

Nesse sentido, destacou o caso de Carregal do Sal, por ter “um presidente [de câmara] com vontade e que está a imprimir uma transformação” no concelho, apontando, a título de exemplo, o edifício onde decorria a sessão, que eram ruínas do antigo mercado.

PUBLICIDADE

3

“Hoje temos um espaço renovado que pode criar o futuro da economia do concelho e da zona envolvente (…). Trabalhando em conjunto, estamos a desenvolver novas ideias e a transformar o País e, acreditem, uma ideia pode mudar o mundo”, apelou.

António Costa e Silva sustentou as suas palavras com projetos que tem testemunhado em vários pontos do País, como na Covilhã ou em Coimbra onde “estão a nascer projetos que revolucionam o mundo”, nomeadamente na área da saúde e da astronomia.

Com isto, desafiou os “empresários locais ou quem se queira instalar” em Carregal do Sal, no distrito de Viseu, para “criarem e desenvolverem ideias inovadoras”, apontando a área da “sustentabilidade e biodiversidade”.

“Temos aqui jovens empresários e, por isso, vos digo: acreditem nos vossos sonhos. Temos de ter ambição e crença em nós próprios. Essas empresas podem começar por revolucionar aqui à volta, mas podem revolucionar o mundo”, reforçou.

“Nas regiões do interior do país temos a convicção absoluta que é aí que se vai começar a desenvolver tudo o que é a nova fileira da bioeconomia, da economia circular” ou “na área do turismo da natureza e da sustentabilidade”, desafiou.

“Porque não nascem grandes empresas de biotecnologias aqui em Carregal do Sal, com todo o ecossistema que existe à volta? Porque não desenvolver a partir daqui esta nova fileira da economia circular, que é uma nova riqueza que está à nossa frente?”, questionou o ministro.

O presidente da Câmara de Carregal do Sal, Paulo Catalino Ferraz, disse à agência Lusa que o Mercado D’Ideias, que se situa em frente ao edifício do município, resulta de um investimento de cerca de 600 mil euros, parcialmente financiado por fundos europeus.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE