Assinaturas NDC

Apoie a nossa missão. Assine o Notícias de Coimbra

Mais tarde

Coimbra

Instituições locais trabalham para a ICA em 30 escolas de Coimbra!

Notícias de Coimbra | 7 anos atrás em 06-12-2016

Na sequência dos últimos acontecimentos relacionados com o fornecimentos de refeições escolares no concelho de Coimbra, Notícias de Coimbra pediu esclarecimentos às duas empresas a quem a Câmara Municipal de Coimbra aplicou 29 coimas.

PUBLICIDADE

 

Imagem figurativa

Imagem figurativa

Enquanto não chega a resposta da ITAU,veja o que revela a ICA, que respondeu de imediato a todas as questões levantadas por NDC.

Depois do que aconteceu com a Integrar (saiu de uma escola depois de ser alvo de criticas), NDC quis saber quais eram as IPSS contratadas pela ICA para apoiarem a sua operação em Coimbra.

De imediato, a ICA respondeu quem são o seus parceiros, entre os quais encontramos associações de pais e clube como o CENTRO SOCIAL E CULTURAL 25 DE ABRIL, ASSOCIAÇÃO INTEGRAR, ASSOCIAÇÃO PAIS EB DE STª APOLÓNIA, CENTRO SOCIAL DE MARMELEIRA, CENTRO SOCIAL CULTURAL E RECREATIVO  QUIMBRES e CLUBE DE TEMPOS LIVRES DE SANTA CLARA.

Estas entidades prestam serviços à ICA em 30 escolas. A maior fatia cabe ao Recreativo de Quimbres. Trabalha com a ICA em 13 estabelecimentos de ensino do município de Coimbra.

Em Coimbra, nos bastidores de conhecidas instituições locais, fala-se à boca cheia que algumas entidades são contratadas para não se “queixarem” das “multinacionais”. As que, supostamente,  lhes tiraram o “ganha pão”. São os empreendedores sociais que vivem ou viviam do “negócio” das escolas. Com o beneplácito do anterior executivo PSD/CDS ou da actual gestão PS.  “Há que garantir os votos.

NDC perguntou à ICA e ITAU se fizeram acordos com estas instituições para evitarem que as mesmas contestassem os “novos concessionários”.

Responde a ICA: A contratação das referidas IPSS é uma prática habitual para a realização do acompanhamento das crianças e fornecimento das refeições durante o período de almoço nas escolas da Câmara Municipal de Coimbra. Estas parcerias foram celebradas com a ICA desde há 4 anos, data em que esta iniciou a sua prestação de serviços nas referidas escolas. Essas mesmas parcerias tiveram em vista o interesse das próprias IPSS, as quais têm, desta forma, acesso a rendimentos por via da contratação dos seus serviços. Tal contratação insere-se também num contexto de responsabilidade social assumido pela ICA e incentivado pela Câmara Municipal de Coimbra.

A Câmara de Coimbra aplicou 20 coimas à ICA. Vão refutar as acusações? Com que argumentos?

A ICA afirma que “recepcionou, até esta data, 11 ofícios remetidos pela Câmara Municipal de Coimbra, sendo que nem todos correspondem à aplicação de sanções. Assim sendo, pressupomos que as remanescentes terão sido aplicadas a outros prestadores de serviços em escolas em que não é a
ICA quem fornece as refeições. Importa esclarecer que, nos três anos anteriores ao ano lectivo em curso a ICA terá recepcionado um único ofício. No que concerne à resposta aos referidos ofícios, a contestação dos mesmos tem sido efectuada casuisticamente, nos termos da lei e sempre com sustentação probatória de cariz técnico.

Informação CMC. ICA:  Trabalha em 64 escolas. Serve 2385 refeições por dia. “20 coimas e notificações para correção”. Valor total 10.750€. Itau: Trabalha em 64 escolas. Serve 1898 refeições por dia.  “9 coimas e notificações para correção”. Valor total: 2500 euros.

Com esta polémica ao rubro, NDC quis saber o que é que as empresas pensam fazer para melhorar a qualidade do vosso serviço.

A ICA é uma empresa com cerca de 30 anos no mercado da restauração colectiva, com provas dadas ao mais alto nível, e com sistemas de gestão certificados, incluindo o sistema de gestão da segurança alimentar e da qualidade, respectivamente, pelas normas ISO 22000 e ISO 9001. Pelo que, em qualquer situação de não conformidade procura as causas e implementa as acções correctivas consideradas adequadas. Sendo esta a prática adoptada pela empresa, em todas as situações análogas, não sendo o contrato vigente entre a Câmara Municipal de Coimbra e a ICA, uma excepção.

Uma última questão, mais do que pertinente: Receiam que o município de Coimbra denuncie o contrato com a ICA?

No que respeita à relação da ICA com a Câmara Municipal de Coimbra, é de salientar que têm sido efectuados esforços no sentido construtivo e de melhoria contínua por ambas as partes. Para o efeito, têm sido envolvidos os responsáveis por ambas as entidades. Pelo que, acreditamos vir a superar esta situação de caos que acreditamos ter contornos para além dos relacionados, unicamente, com a alimentação nas escolas. Recordamos que a ICA foi o único fornecedor durante um ano lectivo para todas as escolas da Câmara de Coimbra, sem que alguma vez se tivesse ocorrido o nível de turbulência verificado no ano em curso, e sem que os parâmetros operacionais do serviço, alguma vez, tivessem sido alterados desde há quatro anos.

Se tiver informação que ajude a completar esta notícia envie para: info@noticiasdecoimbra.pt

Leia mais:

29 coimas para empresas que servem refeições escolares em Coimbra!

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com