Câmaras

Guerra na Lourenço de Almeida Azevedo

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 17-06-2014

[flagallery gid=135 name=Gallery]

PUBLICIDADE

Um “Partido para todos” é a proposta de Fernando Guerra para suceder a Marcelo Nuno na liderança da distrital de Coimbra do PSD.

O médico dentista apresentou a sua candidatura ao final da tarde desta terça-feira numa das micro-salas de conferências da sede do PSD, tendo como banda sonora a música brasileira que vinha da Fan Zone que a Câmara Municipal de Coimbra resolveu instalar na Praça da República.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

O candidato, que contou com presença e apoio de Carlos e Nuno Encarnação e mais meia centena de companheiros, tem como mandatário Costa Andrade, apresentou aos militantes um projeto para quatro anos, que tem como objetivo prioritário voltar a ter o PSD como maior partido autárquico do distrito de Coimbra. Essa preparação será um trabalho árduo e terá de ter muita atenção desta Comissão Política Distrital no que diz respeito à definição das políticas de desenvolvimento regional”, anunciou o candidato, antigo pró-reitor da Universidade de Coimbra.

PUBLICIDADE

Na Lourenço de Almeida Azevedo, Fernando Guerra assumiu também o compromisso de olhar para os problemas da juventude, como a criação do Observatório Jovem, de caráter consultivo para acompanhar adequadamente as questões da educação, do emprego, das saídas profissionais e das políticas da juventude e desporto.

O candidato social-democrata anunciou ainda que terá “particular cuidado” com a interação com os atores da região, no sentido de definir prioridades e concertar “uma posição da Região Centro junto das instâncias, para que Coimbra recupere a sua centralidade e possa ter um papel de charneira no desenvolvimento da região”.

Caso seja eleito, Fernando Guerra garantiu que não será candidato na lista de deputados do círculo de Coimbra nas eleições legislativas do próximo ano, referindo que os nomes dos candidatos serão escolhidos pelos militantes.

Aos jornalistas, manifestou ainda todo o apoio ao líder do PSD, Pedro Passos Coelho, de “uma forma muito empenhada” para vencer as legislativas de 2015.

As eleições para escolher o sucessor de Marcelo Nuno na distrital do PSD Coimbra realizam-se a 12 de julho, numa disputa que vai envolver também o deputado Maurício Marques, ex-presidente da Câmara de Penacova, que domingo apresenta a sua candidatura, às 19:30, também na sede distrital.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE