Governo

Governo quer negociar para evitar greves na CP   

Notícias de Coimbra | 1 ano atrás em 06-02-2023

O ministro das Infraestruturas, João Galamba, manifestou hoje “toda a disponibilidade” do executivo para reunir com os sindicatos e tentar evitar as greves na CP.

PUBLICIDADE

João Galamba considerou que “há sempre toda a disponibilidade da parte do Governo para reunir e resolver os problemas que se vai enfrentando”.

PUBLICIDADE

Aos jornalistas, no âmbito de uma visita ao porto de Ponta Delgada, integrada na sua deslocação de dois dias aos Açores, João Galamba salvaguardou que “é sempre do interesse de todas as partes que se as greves puderem ser evitadas elas devem ser evitadas”.

PUBLICIDADE

publicidade

“Trabalharemos sempre no sentido de evitar greves”, sublinhou.

Hoje, a CP – Comboios de Portugal alertou já para “fortes perturbações” na circulação, entre 08 e 17 de fevereiro, em todos os serviços, devido às greves convocadas por vários sindicatos.

PUBLICIDADE

“Informamos que, por motivo de greves, convocadas pelos Sindicato Nacional dos Maquinistas dos Caminhos de Ferro Portugueses (SMAQ), Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Sector Ferroviário (SNTSF) e Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI), para o período compreendido entre as 00:00 do dia 08 de fevereiro de 2023 e as 24:00 do dia 21 de fevereiro de 2023, ocorrerão fortes perturbações na circulação, em todos os serviços, entre os dias 08 e 17 de fevereiro”, comunicou a CP, em nota publicada no ‘site’.

A empresa indicou também que a informação será atualização, caso venham a ser definidos serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral.

Segundo os sindicatos, em causa está a falta de resposta das duas empresas às propostas de valorização salarial. Para os mesmos, as propostas entregues “ficam muito aquém” dos valores necessários para que seja reposto o poder de compra dos trabalhadores.

Hoje, o ministro referiu, por outro lado, que as contas da TAP – da exclusiva responsabilidade da empresa, lembrou -, “vão ser apresentadas em março, de acordo com o calendário normal”, acrescetando que “já foi tornado público que os resultados estão muito acima da expetativa” e “anteciparam-se em cerca de dois anos face ao plano de reestruturação”.

João Galamba declarou que os bons resultados “devem-se, sobretudo, a um aumento muito expressivo da atividade comercial da TAP, da venda de bilhetes, das receitas e não tanto dos custos, o que é um bom sinal”, indo-se “avançar rapidamente para a privatização”.

Galamba ressalvou que “o Governo não quer crer que hajam responsáveis políticos que tenham outro interesse que não este, que tudo corra bem” com a TAP.

O ministro deixou, entretanto, a mensagem ao Governo dos Açores que a área verde e digital “é uma grande aposta da União Europeia e do país” que “tem aplicação num conjunto de áreas e forte aplicação nos portos”, constituindo também uma “oportunidade para a Região Autónomas dos Açores.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com