Conecte-se connosco

Carteira

Flixbus liga Coimbra ao Aeroporto de Madrid. Preços desd 19,99€!

Publicado

em

A FlixBus, o maior operador europeu de transporte rodoviário de longa distância acaba de expandir a sua rede internacional em Portugal, ligando Coimbra ao maior e principal terminal do aeroporto de Madrid – Barajas, o Terminal 4, e com paragens em Salamanca e Ávila.

“A partir de Coimbra, os preços para esta viagem começam nos 19,99 €, e variam em função da data da reserva. A FlixBus está também a reforçar a sua oferta para este período da Páscoa, aumentando a frequência dos autocarros a fim de responder ao aumento da procura”, anuncia a empresa em comunicado enviado a NDC.

Esta linha internacional da FlixBus está disponível três vezes por semana, e tem partida do aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, passando pelo centro da cidade (Camélias), Aveiro, Coimbra, Salamanca, Ávila, e conta com duas paragens em Madrid: no centro da cidade (estação sul de autocarros) e no aeroporto (Terminal 4). 

A rede da FlixBus em Portugal cobre atualmente mais de 50 destinos, com linhas nacionais e internacionais a ligarem cidades como Lisboa, Porto, Braga e Coimbra a países como Espanha, França, Alemanha, Luxemburgo, Suíça e Bélgica, entre outros.

O ano de 2021 tem sido particularmente difícil para as empresas de transporte de passageiros, que se viram forçadas a parar a sua actividade, e a FlixBus não foi exceção. “Tem sido um ano difícil, mas Portugal foi e continua a ser a grande aposta da FlixBus em 2021. Continuamos a investir na expansão da rede doméstica, em conjunto com os nossos parceiros locais, e a reforçar a rede internacional, ligando cada vez mais cidades portuguesas a pequenas e grandes cidades europeias”, afirma Pablo Pastega, Diretor Geral da FlixBus em Portugal e Espanha.    

Apesar das restrições impostas pelo coronavírus, a FlixBus continua a operar as suas linhas nacionais e internacionais, cumprindo com todas as recomendações de segurança e normas de mobilidade impostas pelas entidades dos diferentes países, para que todos aqueles que têm necessidade de se deslocar o possam continuar a fazer a preços acessíveis, de forma sustentável, e sempre em segurança.

“Em Portugal, como em outros países, os autocarros de médio e longo curso são um meio de transporte essencial para muitas pessoas, mesmo em tempo de pandemia. E apesar das restrições das viagens, verificamos um aumento da procura, e por essa razão reforçámos a maioria das nossas ligações com a Europa”, conclui Pablo Pastega, o responsável da FlixBus em Portugal e Espanha.

Em Portugal, e apesar das restrições, a FlixBus manteve a sua operação regular durante a pandemia, com autocarros na estrada a assegurar a sua rede internacional, que liga as principais cidades portuguesas à Europa, como as linhas expresso nacionais, lançada no Verão de 2020 em parceria empresas locais. A segurança dos passageiros esteve assugurada desde o primeiro momento.

“A pandemia forçou a maioria das empresas de transporte a parar os seus negócios. Tem sido um ano difícil, mas Portugal foi a grande aposta da FlixBus com o lançamento da primeira rede de linhas domésticas. Até agora, os resultados provam que temos razão: o transporte de passageiros em autocarros é um serviço público, um meio essencial e seguro para muitas pessoas que viajam por necessidade, pelo que a empresa continuará a oferecer os seus serviços enquanto as restrições o permitam”, conclui Pablo Pastega.

O funcionamento das linhas regulares de autocarros é possível graças às rigorosas medidas de higiene estabelecidas pela empresa, sendo que a FlixBus vai além das medidas indicadas pelas autoridades de saúde, cumprindo os mais elevados padrões de higiene e segurança antes e durante a viagem. Para além do uso obrigatório de máscara e a realização do check-in sem contacto, os autocarros são regularmente desinfetados, e, em 2020, foram utilizados mais de 162.000 litros de desinfectante para este fim.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link