Conecte-se connosco

Câmaras

Edil envia informação municipal… se tiver assinatura grátis!

Publicado

em

O Notícias de Coimbra está registado na Entidade Reguladora para a Comunicação Social como jornal diário online desde o segundo semestre de 2013. Doa a quem doer, tem todos os direitos e deveres de outros órgãos de comunicação social.

Uns meses após a  “abertura” de portas, enviou mensagens por correio eletrónico a todos os municípios da sua área de influência para estes colocarem o novo diário na base de dados dos meios de comunicação social para onde enviam informação sobre o seu concelho.

Pelos vistos, nem todos sabem ler “mails”, mas a pouco e pouco, com Coimbra e Montemor-o-Velho na primeira linha, foram percebendo que tinham a obrigação de nos incluir nos destinatários das mensagens que podem interessar aos seus munícipes.

Um ano depois, “apenas” os “servidores” ou os “donos” das autarquias de Mira, Condeixa-a-Nova e Vila Nova de Poiares teimam em fazer de conta que o NDC não existe.

Entretanto, porque pretendemos publicar informação de todos, fomos insistindo. Enviamos  mais comunicações. Embora eu não seja de “pedir favores”, em nome dos leitores do jornal, do interesse público e do acesso à informação, no CEFA solicitei a Nuno Moita notícias do seu concelho de Condeixa. O filho do pai que também foi autarca, prometeu diligenciar no sentido de nos “dar notícias”, mas até hoje não recebemos nem uma.

Fiz o mesmo com o poiarense  João Henriques, no congresso distrital do PS, que elegeu Pedro Coimbra e na passada sexta-feira, na BTL, como pode ser testemunhado por João Paredes, seu chefe de gabinete, que, talvez ingenuamente, prometeu tratar disto.

Chegados a este ponto, tenho de salientar que o NDC  apenas (e só) manifestou o desejo de receber a informação municipal, não exigindo quaisquer contrapartidas de índole publicitária ou outras.

Ontem, quando já estava à espera de correio da Capital Universal da Chanfana, fui surpreendido com uma missiva da autarquia poiarense que me deixou com vontade de rir, mas como o caso é sério, dei uma segunda oportunidade ao senhor ex-árbitro, que, pelos vistos vistos confunde as “regras” do estranho mundo do futebol com as que vigoram na República Portuguesa, o que, pensando bem, nem é de estranhar, pois foi o único presidente de um município da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra que não entregou a sua declaração de rendimentos no Tribunal Constitucional, numa clara violação da legislação em vigor, o que até pode podia implicar a perda de mandato, se entretanto não tivesse sido avisado na sequência da nossa investigação.

Para o e-leitor perceber do que estamos a falar, leia a troca de correspondência

NOSSO 3º PEDIDO À CMNVP:

cmpoiares4

1ª COMUNICAÇÃO DA CMVNP:

cmpoiares1

RESPOSTA DO NDC:

cmpoiares2

2ª RESPOSTA DA CMVNP:

cmpoiares3

Resumindo: João Henriques  admite que só envia informação da Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares se  o Notícias de Coimbra lhe oferecer o acesso aos nossos conteúdos pagos.

Não sabemos se o jovem autarca fez o mesmo tipo de exigências aos nossos amigos do diário As Beiras e Diário de Coimbra, mas por aqui, quem decide as ofertas  de assinaturas sou eu, pelo que se  quero senhor autarca que ler, vai ter de pagar  a subscrição dos conteúdos premium (só esses, pois as notas de imprensa enviadas pelas autarquias estão disponíveis pra todos) ou então terá de recorrer aos serviços de uma empresa de clipping. Recomendo a Cision. É a melhor.

Como tem do seu lado a Constituição da República Portuguesa e as Leis de Imprensa e de Acesso aos Documentos da Administração, NDC reserva-se ao direito de apresentar uma queixa-crime junto das autoridades competentes, mas como sou eu que pago as custas, não sei se me apetece gastar dinheiro, apesar achar que os cidadãos de Vila Nova de Poiares terem o direito de saber o que se passa na autarquia do seu concelho através deste diário.

Aconteça o que acontecer, o sempre sorridente João Henriques merece uma segunda oportunidade, pelo que não deve ser condenado em “primeira instância”, pelo que antes de ser admoestado com o cartão vermelho deve ver o rosa.

Será caso para dizer, volte Jaime Soares, está perdoado, o senhor pode ter alguns defeitos, mas nunca deixou de partilhar a via verde com a comunicação social.

Editorial de Fernando Brito Moura

[email protected]

(Director do Notícias de Coimbra)

PS: Como prova de boa vontade, este artigo de opinião pode ser lido por João Henrique sem quaisquer encargos para o município de Poiares, uma vez que o mesmo não integra a oferta dos nosso conteúdos exclusivos, não sendo, por isso, necessário subscrever uma assinatura para saber que o que está a fazer não passa de uma tentativa de censura…barata.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com