Câmaras

Dinheiro para a Académica perdido entre a metodologia e a vergonha

Notícias de Coimbra | 7 anos atrás em 07-11-2016

METODOLOGIA aprovada pela Câmara Municipal de Coimbra para dar uns dinheiros à Académica voltou a ser “discutida” pelo executivo local.

PUBLICIDADE

José Augusto Ferreira da Silva não concorda com o foi escrito na acta da reunião de 24 de outubro. Não podemos aprovar a metodologia proposta e depois dizer que vamos seguir esta outra metodologia. Ou uma coisa ou outra, diz o vereador do CPC, que salienta e bem que não foi nada decidido em relação à forma como a CMC vai pagar à Briosa.

Rosa Reis Marques, que não esteve nessa reunião, discorda e dá a palavra a Rosa Batanete,  Directora do Departamento de Administração Geral da Câmara Municipal de Coimbra.  No final, a Vice-Presidente apontou q que está tudo esclarecido ou pelo menos clarificado.

PUBLICIDADE

Carlos Cidade afirma que nem os (seus) serviços do desporto sabem o que devem fazer para pagar 0s 85 000 Euros à AAC/OAF. “Não sabem o que hão-de fazer”, reafirma o vereador que admite que o final disto tudo não será feliz.

O vereador do Desporto diz que se sente envergonhado, “envergonhado pelas circunstâncias em que hoje estão, por exemplo,  as casas  banho do público em geral, da falta de luz em zonas comuns do próprio estádio”…eu sei do que é que é isto e mais não digo”

PUBLICIDADE

Há um protocolo, faça-se cumprir, remata Ferreira da Silva.

É melhor ouvir:

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE