Conecte-se connosco

Carteira

Despesas das famílias portuguesas aumentaram

Publicado

em

As despesas das famílias residentes em Portugal aumentaram 4,5% no terceiro trimestre do ano relativamente ao mesmo período de 2021, após uma subida de 4,7% no trimestre anterior, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

“As despesas de consumo final das famílias residentes apresentaram uma variação homóloga de 4,5% em volume no terceiro trimestre, após o crescimento de 4,7% no trimestre anterior (4,0% no terceiro trimestre de 2021)”, avança o INE nas ‘Contas Nacionais Trimestrais’.

De julho a setembro, as despesas de consumo final das famílias residentes em bens não duradouros e serviços desaceleram, de uma taxa de variação homóloga de 4,7% no segundo trimestre para 3,5% no terceiro trimestre (5,1% no mesmo período de 2021).

Já a componente de bens duradouros “registou um crescimento homólogo mais pronunciado, acelerando de 4,7%, no segundo trimestre, para 14,7%, observando-se uma aceleração tanto na aquisição de veículos automóveis, como nas despesas em outros bens duradouros”.

O INE nota, contudo, que “esta evolução refletiu em parte um efeito base, uma vez que no terceiro trimestre de 2021 se verificou uma diminuição de 6,4%, traduzindo uma redução significativa da despesa com a aquisição de veículos automóveis”.

Face ao segundo trimestre, as despesas de consumo final das famílias residentes aumentaram 1,1% (variação em cadeia de 0,7% no trimestre anterior), com crescimentos de 2,1% nas despesas em bens duradouros e de 1,0% nas despesas em bens não duradouros e serviços.

O INE divulgou hoje que o Produto Interno Bruto (PIB) aumentou 4,9% no terceiro trimestre face ao mesmo período de 2021 e cresceu 0,4% relativamente ao segundo trimestre.

Os números hoje conhecidos corroboram a estimativa rápida divulgada em 31 de outubro pelo instituto estatístico, que apontava para uma desaceleração do crescimento do PIB para 4,9% entre julho e setembro em termos homólogos (7,4% no trimestre anterior) e para um aumento de 0,4% em cadeia, mais 0,3 pontos percentuais que o registado no trimestre precedente.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com