Conecte-se connosco

Coimbra

Com este calor fomos à Praia do Rebolim dar um mergulho (com vídeos)

Publicado

em

As temperaturas começaram a subir hoje e, entre quinta e sexta-feira, todos os distritos do país, à exceção de Faro, vão estar sob aviso amarelo devido ao tempo quente, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). A vaga de calor faz aumentar a procura por espaços mais frescos. A Praia Fluvial do Rebolim, em Coimbra, tem sido um dos locais mais frequentados. O Notícias de Coimbra esteve lá esta manhã e percebeu porquê. 

Ainda a manhã não tinha chegado a meio e os termómetros já passavam dos 25 graus. O céu limpo e a ausência de vento faziam com que estivessem reunidas todas as condições para um bom dia de praia. Na malha urbana de Coimbra, a Praia Fluvial do Rebolim encheu. Muitas crianças, mas também casais, famílias, grupos de amigos encheram o areal e a linha de água. 

“A água está fresquinha para matar o calor”, disse ao NDC Cláudia Carvalho, de Penacova, depois de um mergulho no rio Mondego. Pela primeira vez nesta praia fluvial, assegura que prefere “praias de rio” por serem “mais seguras”. 

“Com o calor que está, sabe bem ir á água, mas só para refrescar. Já costumamos vir aqui passear, mas fazer praia é a primeira vez”, afirmou Cristina Martins que com o marido, Alexandre, aproveitou o dia à beira rio. “Esta criançada toda que aqui está também nos anima”, acrescentou. Ir embora? “Só lá mais para o fim do dia, ou quando começar a aborrecer”, rematou. 

Com as máximas a poderem ultrapassar os 40 graus celsius nos próximos dias, a Direção-Geral da Saúde (DGS) recomendou a adoção de medidas de proteção adicionais. “Hidratar, não estar ao sol nas horas de maior calor, protetor solar são cuidados que temos”, disse Alexandre Martins ao NDC. O casal optou por fazer um almoço leve, “à base de fruta e salada” no areal. Já a família Carvalho, de Penacova, aproveitou as mesas de picnic à sombra e estendeu a toalha para o almoço. “Trouxemos panados, rissóis, água e fruta”, descreveu Rosa Carvalho que, garante, seguir à risca as recomendações da DGS.

A autoridade de saúde alerta para a necessidade de dar “atenção especial a grupos mais vulneráveis ao calor“, como crianças, idosos, doentes crónicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, trabalhadores com atividade no exterior, praticantes de atividade física e pessoas isoladas. Aconselha ainda a aumentar a ingestão de água ou de sumos de fruta natural sem açúcar e evitar o consumo de bebidas alcoólicas e a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11:00 e as 17:00.

Além disso, devem ser evitadas as atividades desportivas e de lazer no exterior que exijam grandes esforços físicos, escolhidas as horas de menor calor para viajar de carro e os doentes crónicos ou sujeitos a medicação ou dietas específicas devem seguir as recomendações do médico assistente ou do SNS 24.

Para as crianças é recomendado que consumam frequentemente água ou sumos de fruta natural e que permanecem em ambiente fresco e arejado, enquanto as com menos de seis meses não devem estar sujeitas a exposição solar.

Segundo o IPMA, as temperaturas vão subir a partir de hoje de forma gradual, podendo ultrapassar os 40 graus celsius já amanhã, em algumas zonas, o que leva a um aumento significativo do perigo de incêndio rural.

Veja aqui a previsão do IPMA para os próximos 10 dias em Coimbra: IPMA – 10 days Forecast by Local

Leia também: Coimbra tem duas praias azuis e acessíveis – Notícias de Coimbra (noticiasdecoimbra.pt)

Veja o direto NDC com Cristina e Alexandre Martins:

 

Veja o direto NDC com Cláudia Carvalho:

 

Veja o direto NDC com o picnic da família Carvalho, no Rebolim:

Veja como esteve a manhã na Praia Fluvial do Rebolim, em Coimbra.

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com