Conecte-se connosco

Câmaras

Coimbra volta a apostar na organização do Europeu das Universidades

Publicado

em

Começou hoje, 2 de marºo, a visita técnica dos membros da Associação Europeia de Desporto Universitário (EUSA) às instalações desportivas das cidades candidatas aos Jogos Europeus Universitários de 2018 (EUG 2018), que vão acolher as competições em caso de vitória da candidatura da Associação Académica de Coimbra, Universidade de Coimbra e Câmara Municipal de Coimbra, que voltam a apostar no campeonato que perderam para 2016.

Os três membros do Comité Técnico chegam primeiro para iniciar a visita aos pavilhões, piscinas e campos de Coimbra. Para além desta avaliação, a visita conta com vários momentos culturais e de contacto com as várias entidades políticas apoiantes da candidatura. Amanhã, dia 3, juntam-se os três do Comité Executivo da EUSA, entre os quais o presidente Adam Roczek, que vão ser recebidos pelo Primeiro-Ministro Pedro Passos Coelho nesse mesmo dia às 1:h30.

Os visitantes têm também receção na Reitoria da Universidade de Coimbra, com o seu Reitor, João Gabriel Silva, marcada para a próxima terça-feira, dia 4, às 11 horas, seguida da receção na Câmara Municipal de Coimbra com o seu presidente Manuel Machado, às 15 horas, e da visita ao Estádio Universitário de Coimbra, pelas 16:30, local que será alvo de obras de requalificação caso a candidatura seja vencedora.

Finalmente, as visitas a Montemor-o-Velho e à Figueira da Foz, cidades apoiantes onde se vão realizar algumas das 16 modalidades que a candidatura se propõe a realizar, vão ocorrer no último dia, quarta-feira dia 5, às 9:30 em Montemor-o-Velho e às 12 horas na Figueira da Foz.

A candidatura apresenta-se com o lema “A Winner’s Heartbeat” e pretende ser isso mesmo, uma vencedora. Após a primeira derrota destas instituições aos EUG, a candidatura mostra-se mais ambiciosa, com mais participantes e mais modalidades. Durante duas semanas, em julho de 2018, cerca de 6 mil atletas, técnicos e dirigentes vão estar em Coimbra para disputar os campeonatos europeus de 16 modalidades, entre as quais três integram desporto adaptado.

Para além de promover o mérito desportivo e a reunião entre comunidades, esta candidatura apresenta oito projetos com impacto no desenvolvimento de Coimbra com o objetivo de deixar também uma marca de mudança positiva no ambiente em que são realizados.

Após esta visita, vai realizar-se no início de abril uma apresentação da candidatura na Assembleia Geral da EUSA, onde vai estar também a cidade de Tampere, adversária de Coimbra na organização dos EUG 2018. A decisão será conhecida nesse momento.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com