Coimbra

Coimbra: Trabalhadores da APCC esperam que subsídios de férias e Natal sejam pagos na próxima semana (com vídeo)

Zilda Monteiro | 1 ano atrás em 16-12-2022

Cerca de 50 trabalhadores da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (APCC) concentraram-se, nesta manhã de sexta-feira, em frente à sede da instituição, no Vale das Flores, numa ação de luta onde reivindicam o pagamento dos subsídios de férias e de Natal.

PUBLICIDADE

Sérgio Fachada, do Sindicato dos Trabalhadores da indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Centro e também trabalhador da APCC, explicou ao Notícias de Coimbra que são “cerca de 400 os trabalhadores” que continuam à espera que estes subsídios lhes sejam pagos.

PUBLICIDADE

Apesar das “várias promessas feitas pela direção”, com quem têm reunido, por diversas vezes, desde julho, “as promessas nunca foram cumpridas”, o que levou os funcionários a participarem esta sexta-feira numa greve.

PUBLICIDADE

publicidade

O dirigente sindical realçou que “esta forma de luta é o último recurso” e sublinhou também que estes subsídios “estão a fazer muita falta aos trabalhadores”, destacando ainda que, nalguns casos, “há mais do que um elemento do agregado familiar a trabalhar na APCC”, o que ainda “agrava mais a situação”.

Uma nova esperança surgiu esta manhã, já que o presidente da direção da APCC, Fernando Filipe de Oliveira, falou com os trabalhadores que estavam concentrados junto à sede. De acordo com Sérgio Fachada, “assegurou que faltavam apenas algumas assinaturas para conseguirem o empréstimo bancário, para procederem ao pagamento do subsídio de férias”.

PUBLICIDADE

“A cumprir-se o prometido, a situação ficará resolvida esta tarde, com a aprovação do empréstimo, de forma a que o subsídio seja pago aos trabalhadores na próxima semana”, adiantou.

Esta conversa com a direção trouxe “maior confiança” aos trabalhadores mas, tendo em conta os últimos meses, Sérgio Fachada diz que “é uma confiança sim, mas também com desconfiança”, uma vez que “as reuniões se têm vindo a arrastar desde julho, sempre com promessas que nunca foram cumpridas”.

O presidente da direção da APCC, Fernando Filipe de Oliveira, afirmou à Lusa, como o Notícias de Coimbra já noticiou, “se o dinheiro ficar disponibilizado ainda hoje [sexta-feira], na segunda ou na terça-feira, o subsídio de férias será pago”. Adiantou ainda que, “imediatamente a seguir será [pago] o décimo terceiro mês e estaremos com o problema resolvido”.

Veja o vídeo do direto NDC:

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com