Conecte-se connosco

Carteira

Coimbra com poder de compra ‘per capita’ acima da média nacional

Publicado

em

 Um total de 36 municípios portugueses apresentam um poder de compra ‘per capita’ acima da média nacional, situando-se os valores mais elevados nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, revela o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com dados hoje revelados pelo INE, relativos a 2011, Lisboa apresenta o valor mais elevado de todos os 308 municípios nacionais (216,8), mais do dobro do índice nacional (100).

No ‘top’ três dos municípios com mais poder de compra ‘per capita’ seguem-se Oeiras (193,7) e o Porto (161,7).

Segundo o INE, 13 dos 18 municípios que constituem a Área Metropolitana de Lisboa estão acima da média nacional, enquanto na Área Metropolitana do Porto apenas quatro dos 17 que a compõem suplantam a média.

O estudo do INE aponta uma relação entre o grau de urbanização dos municípios e o poder de compra aí manifestado no quotidiano, destacando, além de concelhos das áreas metropolitanas como Cascais (132,0), São João da Madeira (129,9) Matosinhos (124,4), Alcochete (123,5) e Maia (112,3) as capitais de distrito de Faro (133,1), Coimbra (131,7), Aveiro (126,7) e Évora (112,5).

Fora destas áreas destaque para Sines, no Alentejo Litoral – com um índice ‘per capita’ de 137,0, que lhe dá o quarto lugar a nível nacional – Azambuja (114,8) e o Funchal (Madeira), com 113,4.

No campo oposto, o INE assinala que no conjunto dos 308 municípios nacionais, mais de metade (172) apresentam índices de poder de compra ‘per capita’ inferiores a 75 pontos.

De acordo com o documento, os dez municípios com menor poder de compra ‘per capita’ situam-se no interior norte do país e na Região Autónoma da Madeira.

Celorico de Basto (49,83) é o município nacional com menor poder de compra ‘per capita’, seguido de Cinfães (49,87), Ribeira de Pena (50,8) – todos situados na região do Tâmega – e Tabuaço, no Douro, com 50,9.

Vinhais (51,3), Baião (52,63) e Boticas (52,64) completam a lista dos dez municípios com menor poder de compra ‘per capita’, que inclui ainda, na Madeira, os concelhos de Ponta do Sol (52,8), Porto Moniz (52,9) e Câmara de Lobos (53,0).

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link