Conecte-se connosco

Coimbra

Central de Informação recebe 8 000 por mês para comunicar Coimbra Capital Europeia da Cultura 2027 

Publicado

em

A comunicação da candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027  foi entregue à agência Central de Informação.

A Central de Informação vai prestar “serviços de comunicação especializada para elaboração e concretização do Plano global de comunicação cultural especializado da Candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027.

O contrato de aquisição de serviços, através de consulta prévia, tem o valor de 74 5000 euros, vigora durante 280 dias, pelo que a empresa recebe pelo seu trabalho cerca de 8 000€ por mês.

A CDICEP – Central de Informação Comunicação Eventos e Publicações, Lda tem sede no Porto e escritórios em Lisboa.

A Central de Informação afirma ser “uma agência de comunicação e de eventos multipremiada. Eleita “Agência do Ano 2018″ nos Prémios Comunicação Meios & Publicidade, atua de forma transversal nas várias áreas da comunicação, tendo no seu leque de clientes várias dezenas de empresas, instituições e marcas nacionais e internacionais”.

Apesar de ter sido apresentada nos primeiros meses de 2018, a candidatura de Coimbra ainda não tem identidade visual!  

A Câmara Municipal de Coimbra disse, em dezembro de 2020, que rececionou 112 candidaturas ao concurso que foi aberto para a criação da imagem da candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027. 

Nesse mês, autarquia anunciou que o “júri mostra-se muito satisfeito pela quantidade e, sobretudo, pela qualidade das propostas e pela seriedade e profissionalismo com que são apresentadas”.

O concorrente vencedor receberá um prémio no valor de 10.000 euros e um convite para a aquisição de serviços de desenvolvimento da imagem selecionada para a candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027, mas a autarquia ainda não comunicou o nome do escolhido pelo júri do concurso.

O Grupo de Trabalho da Candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027, constituído por nomeação do Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, é liderado por Luís de Matos e integra Cristina Robalo Cordeiro. Luís Filipe Menezes, António Pedro Pita, Nuno Freitas e Manuel Rocha.  

Recentemente, a autarquia celebrou mais um contrato com Luís de Matos, com o valor de 60 000 euros (5 000 por mês) para “aquisição de serviços de coordenação do Grupo de Trabalho responsável pela candidatura de Coimbra a Capital Europeia de Cultura.

Cristina Cordeiro, Luís Meneses e António Pita rcecebem 175o euros por mês pelo trabalho desenvolvido no “Grupo de Trabalho responsável pela candidatura de Coimbra a Capital Europeia de Cultura”. 

Viana do Castelo, Funchal, Leiria, Faro, Évora, Coimbra, Aveiro, Braga, Guarda e Oeiras são as cidades portuesas que desejam ser  Capital Europeia da Cultura 2027.

O Governo já anunciou que o orçamento disponível para a Capital Europeia da Cultura 2027 é de 25 de milhões de euros.

As candidaturas ficam abertas até 23 de Novembro de 2021 e o vencedor será anunciada em 2023. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com