Câmaras

Centenas de pessoas fizeram a festa dos Encontros de Maio

Notícias de Coimbra | 9 anos atrás em 19-05-2015

Foi em ambiente de festa que decorreu, no último fim de semana, mais uma edição dos Encontros de Maio, um evento que decorre anualmente em Condeixa com o objetivo de promover a cultura popular, com a participação dos grupos do concelho de Condeixa-a-Nova.

PUBLICIDADE

unnamed (8)

Além dos concertos, os Encontros de Maio associam uma Mostra concelhia de Folclore, Gastronomia e Cultura Popular para promover o melhor das tradições de Condeixa-a-Nova.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

«Os diferentes grupos culturais concelhios tentam, através de alguns apontamentos breves, apresentar a herança que nos foi legada e cuja recuperação devemos assumir como defesa, divulgação e afirmação identitária da nossa singularidade como povo», enalteceu Liliana Pimentel, vice-presidente da Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova.

PUBLICIDADE

No sábado, atuaram no Cine-Teatro de Condeixa o Orfeão Dr. João Antunes, Grupo de Bandolins da Casa Museu Fernando Namora, Tuna e Cantares de Ega, Grupo de Cantares de Condeixa, Grupo de Cantares de Anobra “ENCANTA”, Grupo de Cantares da Freguesia de Vila Seca, Grupo de Cordas da ASA.

No domingo subiram ao palco instalado na Praça da República o Grupo Folclórico e Etnográfico de Belide, Grupo Folclórico e Etnográfico da Casa do Povo de Condeixa, Grupo Etnográfico da Freguesia de Anobra e o Rancho Folclórico e Etnográfico de Eira Pedrinha.

Todos os anos, a organização convida um grupo de fora do concelho a participar nos Encontros de Maio e nesta IX edição participou o Grupo Coral e Etnográfico do Ateneu Mourense (que atuou nos dois dias), na sequência da recente classificação do cante alentejano a Património Cultural da Humanidade, pela UNESCO.

«Esta decisão da UNESCO significou o reconhecimento da importância de uma prática que é parte integrante da cultura portuguesa e que, apesar de nascida no Alentejo, é valorizada em todo o território nacional e, cada vez mais, a nível internacional”, destacou a vereadora da Cultura.

«A importância do cante alentejano vai além da sua vertente cultural, integrando uma componente social muito forte que se manifestou ao longo de séculos de história e através da sua capacidade de transmissão geracional, que une cidadãos das mais diversas faixas etárias, tornando-o um veículo dinamizador de muitas comunidades. Sendo o tema deste ano “Maio com Tradições”, foi decisão unânime convidar um Grupo de Cante Alentejano», acrescentou Liliana Pimentel.

Além das atuações, o programa contou ainda com uma Mostra concelhia de Folclore, Gastronomia e Cultura Popular. A Praça da República recebeu nove stands que se debruçaram sobre diferentes temáticas, nomeadamente a Gastronomia, o Vinho, o Arroz, a Água e os Moinhos, Fontes e Lavadouros, As Sardinheiras, Artes e Ofícios (Azeitona e ferragem), Carvalhadas, Cerâmica (Barro).

Os Encontros de Maio são um evento que já faz parte do calendário cultural de Condeixa-a-Nova, que pretende promover a cultura popular, preservando usos e costumes que caraterizaram a identidade do território.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE