Conecte-se connosco

Câmaras

Bombeiros Voluntários exigem que Câmara de Coimbra pague 65000 Euros

Publicado

em

O presidente dos Bombeiros Voluntários de Coimbra (BVC), João Silva, disse hoje à agência Lusa que a Câmara Municipal deve 65 mil euros à instituição e não tem respondido aos pedidos de pagamento.

“É um dinheiro que é mais preciso nesta altura do ano, em que temos mais despesas devido aos incêndios”, afirmou João Silva.

Segundo o presidente da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Coimbra, as verbas a transferir pela autarquia resultam da celebração de dois protocolos.

No primeiro, assinado no dia 10 de junho, está consignado um apoio de 15 mil euros para pagamento parcial do trabalho técnico de arquitetura com vista à remodelação e ampliação do quartel, que deveria ser pago logo após aprovação do estudo prévio das futuras instalações.

Este documento, aprovado pela direção, foi enviado à Câmara Municipal, liderada pelo social-democrata João Paulo Barbosa de Melo, no dia 20 de junho.

Na quinta-feira, “faz um mês que foi celebrado o protocolo de apoio à atividade” dos BVC, salienta João Silva num comunicado.

Este segundo protocolo, celebrado no dia 05 de agosto, abrange um apoio de 40 mil euros ao funcionamento dos serviços da associação, mais um subsídio de 10 mil euros para equipamentos.

“Face ao momento difícil que temos vivido e às óbvias implicações financeiras que isso implica e à exiguidade dos apoios que recebemos, temos vindo a solicitar repetidamente ajuda à Câmara no sentido da transferência das verbas tal como acordado. Não obtivemos qualquer resposta”, lamenta João Silva na nota.

Após a divulgação deste protesto, o vereador José Belo, que detém o pelouro da Proteção Civil, revelou à agência Lusa que a autarquia “vai dar instruções ao banco” para que transfira para a conta dos BVC os 15 mil euros em falta para os trabalhos do estudo prévio, bem como uma primeira parte, de 20 mil euros, da verba atribuída para atividade.

Estes pagamentos deverão ser concretizados “ainda esta semana”, cabendo aos Bombeiros Voluntários de Brasfemes, também nesta fase, um primeiro apoio de 20 mil euros para funcionamento.

“A Câmara de Coimbra manifesta, assim, respeito e gratidão aos Bombeiros Voluntários do concelho pelo seu esforço para o bem de todos nós, numa fase triste com a morte de vários bombeiros no país”, declarou José Belo.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com