Conecte-se connosco

Desporto

Vitória diz que a Académica será “um osso duro de roer” para o Guimarães

Publicado

em

O treinador do Vitória de Guimarães, Rui Vitória, disse hoje estar à espera de “um osso duro de roer” diante da Académica, no domingo, na 29.ª jornada da I Liga de futebol.

“Estes jogos finais são sempre complicados porque as equipas querem deixar boa imagem. É o último jogo da Académica em casa e quer deixar uma boa imagem perante os seus adeptos. Temos consciência de que vamos ter um osso duro de roer, mas estamos preparados e, dentro daquilo que são os nossos recursos e os nossos problemas, queremos acabar o campeonato melhor”, afirmou na antevisão da partida.

O Vitória de Guimarães já não pode lutar pelo acesso a uma competição europeia, nem tão pouco está em risco de descer de divisão, pelo que motivar os jogadores para os dois últimos jogos da temporada pode não ser fácil.

Apesar da série negra de nove jogos sem vencer, Rui Vitória disse não sentir a equipa desanimada, mas avisou que quem estiver menos motivado fica de fora.

“Os jogadores têm demonstrado grande vontade de dar a volta à situação e têm trabalhado bem. Não há ambiente de desânimo, quem estiver desanimado fica fora. Nos melhores momentos não nos desfocamos da nossa realidade e não é agora que o vamos fazer. Não nos resta outro caminho que não lutar e trabalhar”, notou.

A equipa B ainda pode subir à II Liga e ajudar a que esse objetivo seja concretizado está na mente do treinador, embora o facto dos jogos serem praticamente à mesma hora possa dificultar essa intenção.

“É possível que haja essa gestão. Há dois objetivos no Vitória, a equipa B e a equipa A, e no fundo é a direção que decide as prioridades. Naquilo que acharmos que for mais adequado, podemos fazê-lo”, disse.

Rui Vitória não quis pronunciar-se sobre o facto de Marco Matias estar a treinar com a equipa B depois de não ter chegado a acordo para a renovação do contrato.

“São decisões médicas e, depois, decisões administrativas. Foram tomadas por quem manda e por isso não tenho mais a comentar”, disse.

Sobre o seu processo de renovação, disse que nada está concluído, mas admitiu que está a trabalhar no sentido de preparar a próxima época.

“Faz parte da minha visão de treinador. Apesar de não termos decidido nada em concreto, temos trabalhado, sem decisões finais, mas percebendo aquilo que o clube quer e as ambições que tem”, disse.

Vitória de Guimarães, 10.º classificado, com 31 pontos, e Académica, nono, com 33, defrontam-se no domingo, às 18:00, no Estádio Cidade de Coimbra, jogo que será arbitrado por Manuel Oliveira, do Porto.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade