Conecte-se connosco

Região

Vinisicó reclama apoio da Comissão Vitivinícola da Bairrada (com vídeos)

Publicado

em

A Associação dos Vitivinicultores da Região de Sicó (Vinisicó) lamenta não ter o apoio da Comissão Vitivinícola da Bairrada, entidade que certifica os seus vinhos e avisa que é “um nicho de mercado com muito potencial”. A queixa foi feita este domingo por Diana Ventura, presidente da mesa da assembleia- geral da Vinisicó, durante a apresentação dos vencedores da 5ª edição do “Concurso de Vinhos do Produtor”, no âmbito da XII Vinália, em Podentes.

“A Comissão Vitivinícola da Bairrada nunca tem tempo para vinhos Terras do Sicó”, lamentou Diana Ventura. Não nos apoia, convidamos constantemente, não somos apoiados o que é uma pena porque nós temos muito potencial e mais do que isso somos um nicho de mercado. Nunca vamos ser grandes mas somos muito bons naquilo que fazemos”, sustentou a responsável que justificava a ausência de um membro da Comissão Vitivinícola da Bairrada entre os jurados do referido concurso. 

“Este concurso é uma forma de motivarmos a certificação”, afirmou Diana Ventura aos jornalistas, dando conta que o primeiro classificado recebe da Vinisicó o 1º ano de certificação e apoio técnico. “Em cada ano temos tido pelo menos um produtor certificado”, referiu dando como exemplo o vinho “Pingarelho”, vencedor da edição de 2019, e que “tem tido muito sucesso no mercado”. 

“Temos os produtores motivados, mas depois falta-nos o apoio”, sustentou Diana Ventura, satisfeita com a participação de 15 produtores. “Se a cada ano tivermos um produtor certificado, daqui a cinco anos teremos mais cinco, divulgamos a nossa marca e é um apoio para não terminarmos”, frisou.

Questionada pelo NDC se a Vinisicó já solicitou diretamente a participação da Comissão Vitivinícola da Bairrada, a responsável responde que “pelo menos há sete anos o processo está parado, parece haver abertura mas depois as coisas não andam, lamentando que os vinhos Terras do Sicó sejam ignorados na comunicação da entidade. 

Na ausência de um membro da Comissão Vitivinícola da Bairrada, o júri do V Concurso Vinhos do Produtor foi constituído pelo presidente da Vinisicó, Gonçalo Moura da Costa, por Luís Reis, produtor certificado e a Hotur Wine, revendedora de vinhos. O primeiro lugar foi para a produtora Maria Clara Simões da Silva, de Condeixa, que venceu o primeiro ano de taxa de certificação e apoio técnico, em segundo lugar ficou Maria Cidália Rodrigues de Miranda do Corvo, com um vale de 50 euros para despesas na cooperativa, e em terceiro Rosália Venâncio, de Santo Amaro, com um apoio de 25 euros no mesmo local. 

Os prémios foram anunciados ao final da manhã deste domingo, na vinha junto ao Centro da Vinha e do Vinho de Podentes, no âmbito da XII Vinália. Ainda durante a manhã decorreram as  jornadas de vitivinicultura, com componente teórica e prática dedicadas à sustentabilidade.

No mesmo espaço, mais de uma dezena de expositores participam no mercado da agricultura familiar e tradicional, que junta os produtos endógenos da região, do vinho ao queijo, do azeite ao mel e às nozes, não faltando o artesanato. Durante a tarde, o programa do evento contempla a deslocação a quatro adegas de produtores certificados e animação musical do certame pelo grupo Ús Sai de Gatas. 

Veja o direto NDC com o anúncio dos vencedores do V Concurso de Vinhos do Produtor:

 

Veja o direto NDC com o produtor certificado Luís Reis:

 

Veja o direto NDC com a produtora de vinhos Filomena Simões:

 

Veja o direto NDC com Maria de Jesus que faz queijo de Penela:

 

Veja o direto NDC com o produtor de mel, Mário Mendes:

Veja o direto NDC com a vendedora de produtos locais Isabel Rodrigues :

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link