Conecte-se connosco

Lazer

Vilar de Mouros chega aos 60 mil e regista “casa lotada” com Iggy Pop e Bauhaus 

Publicado

em

O festival Vilar de Mouros 2022, no Alto Minho, encerra hoje com “casa lotada”, cumprindo o objetivo de atingir 60 mil festivaleiros nos três dias, e regressa em 2013 num dos dois últimos fins de semana de agosto.

“Atingimos os objetivos que queríamos, estamos a chegar aos 60 mil [festivaleiros], que era o número que nós esperávamos nesta edição”, declarou Diogo Marques, da organização do festival EDP Vilar de Mouros 2022.

Em entrevista à Agência Lusa, Diogo Marques adiantou que “efetivamente” estão a preparar as próximas datas do próximo evento.

“Será sempre no final de agosto, pode ser no último fim de semana, pode ser no penúltimo fim de semana, mas será sempre no final de agosto”, garantiu.

A organização está a “confirmar dois artistas bastante grandes” e, por isso, estão dependentes “num dia ou dois” relativamente às datas do festival em 2023.

Sem revelar quais são as bandas contactadas enquanto não forem assinados os contratos com os artistas, Diogo Marques assume que há diversas “bandas apalavradas estrangeiras”, tanto bandas “repetentes de anos anteriores, de há muitos anos”, como com outras “bandas novas que nunca vieram a Vilar de Mouros”.

“Gostaríamos de ter todas as bandas que encaixam no nosso público, são as bandas que tocam diversas gerações, como por exemplo, das que já cá passaram, Ben Harper”, disse.

Nesta edição de Vilar de Mouros 2022, “o público respondeu de forma incrível”, considerou.

“Viveram-se aqui estas duas primeiras noites mágicas, com um ambiente super contagiante, uma alegria incrível das pessoas, deste reencontro ao fim deste tempo. Hoje prevê-se casa lotada. É o dia que temos mais público e os concertos vão ser estrondosos”, afirmou.

Diogo Marques referiu que o concerto dos Bauhaus vai ser “provavelmente o último concerto que vão fazer em Portugal” e, por essa razão, “há muita expectativa”.

Sobre Iggy Pop, “lenda viva cheia de energia”, Diogo Marques acredita que vai ser “contagiante”.

Hoje, o cabeça de cartaz é o norte-americano Iggy Pop, de 75 anos, batizado de “padrinho do punk” e ex-vocalista dos The Stooges, que sobe ao palco às 23:30.

Na ‘setlist’ (alinhamento) do concerto que deu recentemente em Vigo (Espanha), Iggy Pop cantou Rune, Five Foot One, T.V. Eye, I Wanna Be Your Dog, The Endless Sea, Lust for Life, The Passenger, Death Trip, James Bond, Sister Midnight, Mass Production, Fere, Gimme Danger, I’m Sick of You, Down on the Street, Search and Destroy e Fun House.

Antes sobem ao palco de Vilar de Mouros The Mirandas (19:20), Blind Zero (20:30) e The Legendary Tigerman (22:00).

A noite termina com a mítica banda Bauhaus (01:15) e o Dj Izzy/Rockline Tribe (02:00).

Nesta edição de Vilar de Mouros, festival que conta com mais de 50 anos de concertos, passaram bandas como Gary Numan, Placebo, Suede, Simple Minds, Tara Perdida, The None Talkers, The Black Teddys, entre muitos outros”.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com