Coimbra

Vereador do PSD entrega tacho ao presidente da Câmara de Miranda do Corvo

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 24-01-2014

Um vereador do PSD de Miranda do Corvo acusou hoje o presidente da Câmara local (PS) de transformar o concelho na “capital do tacho” devido a nomeações políticas, decorridos três meses de mandato.

PUBLICIDADE

Na reunião da manhã de hoje, já perto do final, o vereador social-democrata José Miguel Ferreira entregou mesmo um tacho ao autarca socialista Miguel Baptista, eleito nas últimas autárquicas, para “promover a nova imagem do concelho”, provocando a indignação da maioria do executivo.

“O senhor teve uma atitude de cachopo no que acaba de fazer. É um ato de palhaçada que revela bem a sua forma de ser e estar na política”, ripostou o presidente da Câmara, afirmando que foi o anterior executivo PSD/CDS que, em 12 anos, “duplicou a despesa com pessoal”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

José Miguel Ferreira acusou o PS de, em cerca de três meses, se preparar para aumentar as despesas correntes em 137 mil euros com a nomeação de três vereadores a tempo inteiro, um chefe de gabinete e um secretário fora dos funcionários da autarquia e ainda um comandante operacional da proteção civil municipal.

PUBLICIDADE

O vereador social-democrata frisou ainda que esse montante subirá para 224 mil euros anuais quando for aprovado o novo organograma do município, que prevê mais dois cargos de chefias intermédias de terceiro grau.

Segundo o presidente da Câmara, “os anteriores executivos aumentaram a despesa de 1,5 milhões para três milhões de euros”.

“Tachos houve nos executivos anteriores”, sublinhou Miguel Baptista, dirigindo-se a José Miguel Ferreira, filho da anterior presidente da Câmara Fátima Ramos, que chegou a nomear o marido chefe de gabinete.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE