Assinaturas NDC

Apoie a nossa missão. Assine o Notícias de Coimbra

Mais tarde

Autárquicas

Vereador da Habitação alerta para a “necessidade da reabilitação” de Coimbra

Notícias de Coimbra | 11 anos atrás em 30-08-2013

O candidato da CDU à Câmara de Coimbra, Francisco Queirós, considerou, na quinta-feira à noite, que a reabilitação da cidade “é fundamental”, alertando para as cerca de “11.700 casas vazias” do concelho.

PUBLICIDADE

“É importante que a câmara se candidate a determinados programas para se reabilitar a cidade”, afirmou Francisco Queirós, também vereador da Câmara de Coimbra, responsável pelo pelouro da habitação, considerando que, apesar de não pretender que a construção seja “proibida”, o candidato alertou que é “mais importante recuperar a habitação que já existe”.

Foram construídas “quase 11.000 casas na última década, um número semelhante às vazias”, disse o candidato à presidência do município pela coligação liderada pelo PCP, à margem do jantar de apresentação dos candidatos da CDU à União das Freguesias de Coimbra, da qual fazem parte Sé Nova, Santa Cruz, Almedina e São Bartolomeu.

Francisco Queirós afirmou à agência Lusa a sua preocupação face à baixa de Coimbra, considerando que “a instalação de grandes superfícies na cidade e a falta de políticas que favoreçam o comércio local” leva a que “não haja pessoas, assim como que não haja segurança”.

“Deviam ser criadas infraestruturas para levar as pessoas para a baixa”, disse o candidato da CDU, defendendo que “é fundamental isentar um conjunto de taxas municipais para o comércio nesta zona da cidade”: “Não há políticas para atrair habitantes para esta zona”.

O candidato referiu, também, a “importância de baixar o IMI em Coimbra”, no discurso de apresentação das listas à União das Freguesias de Coimbra, encabeçadas por Gonçalo Almeida.

“85% dos cidadãos têm casa própria em Coimbra e por isso têm que pagar o IMI, mas 85% dos cidadãos do concelho não são certamente ricos”, afirmou Francisco Queirós.

Na apresentação dos candidatos da CDU à União das Freguesias de Coimbra, esteve também presente o candidato da coligação à presidência da Assembleia Municipal, Manuel Rocha, que, numa demonstração com o seu violino, afirmou que “PS e PSD são dois sons diferentes, mas que, em vez de atuarem em alternância, os dois sons atuam em conjunção democrática”.

Além de Francisco Queirós, anunciaram a sua candidatura à Câmara de Coimbra, nas eleições autárquicas de 29 de setembro, o atual presidente do município, João Paulo Barbosa de Melo (PSD), o seu presidente entre 1990 e 2001, Manuel Machado (PS), o vereador eleito pela coligação PSD/CDS-PP/PPM, Luís Providência (CDS-PP), o advogado José Augusto Ferreira da Silva (Movimento Cidadãos Por Coimbra) e o músico luso-brasileiro Cláudio Trindade, pelo PAN (Partido pelos Animais e pela Natureza).

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com