Coimbra

Vem aí o Cortejo da Queima das Fitas. Um mau dia para circular e estacionar em Coimbra

Notícias de Coimbra | 2 meses atrás em 23-05-2024

A Câmara Municipal (CM) de Coimbra informa que, no âmbito da realização do cortejo da Queima das Fitas 2024, vão ocorrer condicionamentos de trânsito, de estacionamento e alterações aos percursos dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC), a partir do próximo sábado, dia 25 de maio.

PUBLICIDADE

No domingo, 26 de maio, o trânsito vai estar cortado, a partir das 12h00 e, previsivelmente, até às 22h00, no percurso habitual do cortejo da Queima das Fitas.

Entre a meia-noite de sábado e as 22h00 de domingo, ou até à dissolução do dispositivo de segurança do evento, o estacionamento automóvel é proibido no percurso do cortejo, nomeadamente no Largo da Feira, Largo Marquês de Pombal, Rua dos Estudos, Largo D. Dinis, Calçada Martim de Freitas, Praça João Paulo II (Arcos do Jardim), Rua Alexandre Herculano, Praça da República e Avenida Sá da Bandeira (sentido ascendente).

PUBLICIDADE

Entre as 12h00 e as 22h00 de domingo, ou até à dissolução do dispositivo de segurança do evento, vai haver um corte integral de trânsito no percurso que começa na Rua Larga, passa pelo Largo D. Dinis, Bairro Sousa Pinto, Praça João Paulo II, Rua Alexandre Herculano, Praça da República, Avenida Sá da Bandeira, Rua Olímpio Nicolau Rui Fernandes, Praça 8 de Maio, Rua da Sofia, Rua Manuel Rodrigues, Rotunda da Cindazunda, Avenida Fernão de Magalhães, Avenida Emídio Navarro, Largo da Portagem, Ponte da Santa Clara, Avenida de Conimbriga e termina junto aos SMTUC, na zona de desmontagem dos carros, implicando assim o corte na Rua Luis Verney (exceto veículos dos SMTUC).

Devido aos cortes de trânsito fica, ainda, condicionado o acesso e a circulação nas Ruas Rosa Falcão, Mário Pais, Simões de Castro, João de Ruão, Rua do Carmo, Rua Pedro Olaio, Rua dos Oleiros e Avenida Central, sendo, no entanto, garantida a eventual saída de residentes com o acompanhamento das forças de segurança.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Todas as restrições e condicionamentos atrás indicados serão acompanhados por agentes reguladores de trânsito que, no âmbito das suas competências e por razões de segurança e/ou ordem pública, poderão determinar outras que considerem necessárias. Será assegurada a saída de emergência dos Bombeiros Voluntários e a entrada e saída de doentes da Sanfil.

A CM de Coimbra alerta, ainda, para a proibição de circulação de carrinhos de compras no cortejo e em todo o seu percurso, de acordo com a sinal “c3J-Trânsito proibido a carros de mão”. Com a colocação da sinalização que indica a interdição do acesso a carros conduzidos à mão, nos termos do Regulamento de Sinalização e Trânsito, a circulação dos carrinhos de compras ficará assim impedida em todo o trajeto, sendo a presença destes carrinhos fiscalizada pelas forças de segurança de serviço no evento.
 
Anualmente mais de mil carros são furtados das superfícies comerciais, sendo que muitos deles acabam por não ter condições de serem recuperados para a atividade, contribuindo para o aumento da pegada ecológica do evento. A CM de Coimbra apela, assim, a todos os estudantes que queiram participar na festa académica para que procurem alternativas à utilização deste tipo de carrinhos.

Em relação aos SMTUC, a partir das 14h00 de domingo, a rede de transportes sofre as seguintes alterações:

LINHAS Nº 2T, 25, 30F, 50, 50M, 50S e 50T – Efetuam o seu ponto de horário junto ao Edifício Coimbra, enquanto a Rua da Sofia estiver interrompida ao trânsito.

LINHA Nº 4 e 103 – A Linha n.º 103, após as 14h00, suspende a circulação. A Linha n.º 4, enquanto a Rua da Sofia estiver encerrada ao trânsito, efetua percurso alternativo entre a Estação Nova e os Olivais, via Rua de Aveiro, Conchada e Cruz de Celas onde retoma o percurso. No regresso, a partir do Largo de Santana circula pela Rua Pedro Monteiro, Cruz de Celas, Avenida Calouste Gulbenkian, Rua Nicolau Chanterenne, Conchada, Rua de Aveiro, Casa do Sal e Avenida Fernão de Magalhães.

LINHAS Nº 5F e 5T – Percurso alternativo, entre a Pedrulha e o Parque (Portagem), enquanto a Rua da Sofia e Arcos do Jardim estiverem interrompidas. Na deslocação para a Portagem, após a Avenida Fernão de Magalhães, circulam via Rua de Aveiro, Rua António José de Almeida, Cruz de Celas, Avenida Afonso Henriques, Rua Miguel Torga, Rua General Humberto Delgado e São José, onde retomam o percurso habitual. No regresso, após a Rua General Humberto Delgado, circulam via Rua Miguel Torga, Rua Pedro Monteiro, Cruz de Celas, Avenida Calouste Gulbenkian, Rua Nicolau Chanterenne, Rua de Aveiro, Casa do Sal e Avenida Fernão de Magalhães, onde retomam o percurso habitual.

LINHA Nº 6 – Percurso alternativo, entre o Cimo de Fala e os HUC, enquanto a Rua da Sofia estiver interrompida. Na deslocação para os HUC, circula via Avenida Fernão de Magalhães, Rua de Aveiro, Conchada e Rua António José de Almeida. No regresso dos HUC, após a Avenida Afonso Henriques, circula via Rua Santa Teresa, Rua Pedro Monteiro, Cruz de Celas, Avenida Calouste Gulbenkian, Rua Nicolau Chanterenne, Rua de Aveiro, Casa do Sal e Avenida Fernão de Magalhães. Com o encerramento ao trânsito da Portagem e Ponte de Santa Clara, inverte o sentido na Avenida João das Regras e, em alternativa, circula pela Avenida da Guarda Inglesa e Ponte Açude, com passagem pela rotunda Princesa Cindazunda.

LINHAS Nº 7 e 7T – Percurso alternativo entre o Arnado, o Tovim e a Portagem, circulando alternativamente pelos percursos das duas carreiras, via Avenida Fernão de Magalhães, Casa do Sal, Rua de Aveiro e Cruz de Celas, deslocando-se, em ambos os sentidos, à Rua Lourenço Almeida Azevedo. Com o impedimento de circulação na Portagem, invertem o sentido na Ínsua dos Bentos.

LINHA Nº 9 – A viagem programada para as 19h15 (Parque), inicia na paragem da Ínsua dos Bentos.

LINHA Nº 10 – Percurso alternativo, após as 15h00, a partir da Rua General Humberto Delgado, via S. José e Rua do Brasil, com inversão de marcha na Portagem. Com o impedimento da circulação na Portagem, inverte o sentido na Ínsua dos Bentos.

LINHA Nº 14T –Após o encerramento ao trânsito da zona da Portagem e ponte de Santa Clara, as viagens desta linha iniciam e terminam na Avenida João das Regras, seguindo pela Avenida da Guarda Inglesa.

LINHA Nº 18F e 23F – Após o encerramento ao trânsito da zona da Portagem e Ponte de Santa Clara, passam a iniciar serviço na Avenida João das Regras, circulando em ambos os sentidos pela Avenida Inês de Castro.

LINHA Nº 19T – Com o impedimento de circulação na Rua da Sofia, inverte o sentido na rotunda da Princesa Cindazunda e efetua percurso alternativo pela Rua de Aveiro, Rua António José de Almeida, Cruz de Celas e Rua Lourenço de Almeida Azevedo, onde retoma o seu percurso habitual. A viagem com partida da Cova do Ouro, às 15h05, circula pelos HUC e, após a Rua Lourenço Almeida de Azevedo, efetua percurso alternativo pela Cruz de Celas, Avenida Calouste Gulbenkian, Rua Nicolau Chanterenne, Rua de Aveiro, Casa do Sal e Avenida Fernão de Magalhães.

LINHA Nº 24 e 24T – Percurso alternativo entre o Arnado, o Bairro Norton de Matos e a Portagem, circulando alternadamente pelos percursos das duas carreiras, via Avenida Fernão de Magalhães, Casa do Sal, Rua de Aveiro, Cruz de Celas, Rua Santa Teresa, Rua Miguel Torga, Rua Carolina Michaellis e Estádio, deslocando-se, em ambos os sentidos, à Rua dos Combatentes (jardim escola). Com o impedimento de circulação na Portagem, invertem o sentido na Ínsua dos Bentos.
LINHA Nº 26 – As viagens das 17h00 e 19h05 iniciam na Rua Lourenço de Almeida Azevedo (Praça da República) e efetuam um percurso alternativo até à Solum, via Cruz de Celas, Rua Bernardo de Albuquerque, Olivais, Rua Sá Carneiro, Quinta da Maia e Rua Carolina Michaellis. No regresso de Chão do Bispo, a partir da rotunda da ACIC, desloca-se para a Rua Lourenço de Almeida Azevedo via Circular Interna e Avenida Bissaya Barreto.

LINHA Nº 27 – Não se desloca aos HUC e inverte o sentido na rotunda Princesa Cindazunda, onde efetua ponto de horário, enquanto a Rua da Sofia estiver interrompida. A viagem programada para as 19h45 inicia na Rua Lourenço de Almeida Azevedo (Praça da República), circulando pela Cruz de Celas, Avenida Calouste Gulbenkian, Rua Nicolau Chanterenne, Rua de Aveiro, Casa do Sal e Avenida Fernão de Magalhães.

LINHA Nº 29 – Percurso alternativo na deslocação para os HUC, enquanto a Rua da Sofia estiver interrompida, via Avenida Fernão de Magalhães, Casa do Sal, Rua de Aveiro, Conchada (não efetua deslocação ao cemitério), Rua António José de Almeida e Cruz de Celas.

LINHA Nº 36F – Percurso alternativo entre os HUC e Ponte Eiras, enquanto a Rua da Sofia estiver interrompida. Na deslocação para os HUC, circula via Rua de Aveiro, Rua António José de Almeida e Rua Lourenço de Almeida Azevedo. No regresso dos HUC, após a Rua Lourenço de Almeida Azevedo, circula via Avenida Calouste Gulbenkian, Rua Nicolau Chanterenne, Rua de Aveiro e rotunda Princesa Cindazunda.

LINHA Nº 38F – Percurso alternativo enquanto se mantiver o encerramento ao trânsito da Portagem e Ponte de Santa Clara. Entre o Planalto de Santa Clara e o Pólo II da UC, circula pela Avenida da Guarda Inglesa, Avenida João das Regras, Avenida Inês de Castro e Ponte Rainha Santa Isabel. No regresso, inverte o sentido na Ínsua dos Bentos e circula via Ponte Rainha Santa Isabel, Avenida Inês de castro e Avenida João das Regras, onde retoma o seu percurso. Não efetua a viagem das 17h10 (Santa Clara).

LINHA Nº 43 – A viagem das 18h25 tem início na Ínsua dos Bentos, seguindo para Almalaguês via Ponte Rainha Santa Isabel.

Linha N.º 47F e 49T – Após o encerramento ao trânsito da zona da Portagem e ponte de Santa Clara, as viagens destas linhas iniciam e terminam na Avenida João das Regras.

LINHA BOTÂNICO – Não se efetuará durante todo o dia, por se encontrar encerrado o Jardim Botânico e a circulação na zona estar condicionada.

Enquanto se mantiver encerrada ao trânsito a Rua da Sofia, as carreiras que, habitualmente, utilizam esta via, invertem o sentido na rotunda da Princesa Cindazunda e servem as paragens em frente ao Edifício Coimbra. As carreiras retomam o seu habitual percurso, progressivamente, de acordo com as condições de circulação.

Ocupação do espaço público, esplanadas e outro mobiliário, exercício da atividade de venda ambulante e restauração e de bebidas de carater não sedentário

No âmbito das medidas municipais para a realização da Queima das Fitas e à semelhança de anos anteriores, são determinadas, ainda, um conjunto de regras para a ocupação de espaço público, durante os festejos, e restrições ao exercício da atividade de venda ambulante e restauração e de bebidas de caráter não sedentário. A ocupação do espaço público é feita através de requerimento nos serviços de atendimento do Município e válida após o pagamento das taxas correspondentes.

Assim, entre o dia 24 de maio e o dia 2 de junho, os estabelecimentos de restauração e/ou bebidas localizados no eixo composto pela Praça 8 de Maio, Rua Visconde da Luz, Rua Ferreira Borges, Largo da Portagem e adjacentes, ficam autorizados, caso pretendam, a ocupar o espaço público com balcão de atendimento direto para o exterior, não podendo estes equipamentos exceder, em caso algum, a largura da porta de entrada do estabelecimento acrescida de um metro para cada lado e uma profundidade em relação à mesma de um metro e meio. A ocupação segue, obrigatoriamente, um conjunto de condições que devem ser consultadas no Regulamento Municipal de Ocupação do Espaço Público, Publicidade e Propaganda (RMOEPPP).

O mesmo se aplica aos estabelecimentos de restauração e/ou bebidas no dia 26 (no Cortejo dos Fitados) na Rua Larga, Largo D. Dinis, Calçada Martim de Freitas, Rua Alexandre Herculano, Praça da República, Avenida Sá da Bandeira (incluindo placa central), Rua Olímpio Nicolau Fernandes, Rua da Sofia, Rua Manuel Rodrigues, Rotunda da Cindazunda, Avenida Fernão de Magalhães e Avenida Emidio Navarro.

Domingo, por razões de segurança relacionadas com o normal decorrer do cortejo, têm as licenças, autorizações ou meras comunicações prévias para ocupação do espaço público, suspensas nos termos do artigo 35.º do Regulamento Municipal de Ocupação de Espaço Público, Publicidade e Propaganda – RMOEPPP, Regulamento n.º 854/2021, de 13 de setembro, devendo remover do espaço público, todo o mobiliário de apoio ao estabelecimento no Trajeto do Cortejo dos Fitados nesse dia.

Ainda no dia do Cortejo, na Rua Larga, Largo D. Dinis, Bairro Sousa Pinto, Rua Alexandre Herculano, Praça da República, Avenida Sá da Bandeira (incluindo placa central), Rua Olímpio Nicolau Fernandes, Praça 8 de Maio, Rua da Sofia, Rua Manuel Rodrigues, Rotunda da Cindazunda, Avenida Fernão de Magalhães, Avenida Emidio Navarro, Rua Visconde da Luz, Rua Ferreira Borges, Largo da Portagem, a venda ambulante é permitida, nos passeios, desde que precedida de mera comunicação prévia e obtido o comprovativo de pagamento de ocupação do espaço público nos termos do artigo 5.º do Regulamento Municipal da Feiras, Venda Ambulante e de Restauração ou de Bebidas Não Sedentária e apenas para a venda ambulante de balões, castanhas, pipocas, algodão doce e atividades similares, bem como de artigos correspondentes a quadras festivas e de artigos produzidos por artistas, designadamente pintores, artesãos, escultores e outros que exerçam atividades de caráter eminentemente cultural.

É proibido o exercício da atividade de Restauração e/ou Bebidas de Caráter Não Sedentário, por qualquer meio, nomeadamente em viaturas automóveis, reboques e similares, nas vias atrás indicadas. É permitida a venda ambulante de balões, castanhas, pipocas, algodão doce e atividades similares, bem como de artigos correspondentes a quadras festivas e de artigos produzidos por artistas, designadamente pintores, artesãos, escultores e outros que exerçam atividades de caráter eminentemente cultural, na zona do lado do Convento de Santa Clara-a-Velha, na rotunda entre a Avenida João das Regras e a Avenida Inês de Castro.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE