Conecte-se connosco

Região

Veja as imagens de hoje do Rally de Portugal na Lousã, Góis e Arganil

Publicado

em

Com uma exibição notável em Arganil, o veterano Sébastien Loeb (Ford) emergiu do pó na frente do Vodafone Rally de Portugal, na manhã desta sexta-feira. Elfyn Evans (Toyota) termina a primeira secção do dia a 0,5s do francês, com Thierry Neuville (Hyundai) no terceiro lugar, a 3,3s de Loeb.

Os primeiros troços competitivos de terra da era Rally1 mostraram o equilíbrio de forças entre as três equipas oficiais do WRC. Os melhores representantes de M-Sport Ford (Loeb), Toyota (Evans) e Hyundai (Neuville) terminam os primeiros três troços ‘a sério’ do Vodafone Rally de Portugal – 50,02 quilómetros no total – separados por 3,3s. E no meio do pó que marcou a primeira passagem por Lousã, Góis e Arganil, Sébastien Loeb voltou a mostrar por que é uma lenda do automobilismo mundial, passando para a frente do rali por 0,5s… aos 48 anos.

Foi no mítico troço de Arganil, ao longo dos 18,72 quilómetros traçados na Serra do Açor, que Loeb ‘abriu’ o livro e ganhou 2,8s a Thierry Neuville, o segundo mais rápido, e nada menos de 10,6s a Elfyn Evans, destronando o galês – vencedor em Portugal no ano passado – da liderança da prova. Neuville e o Hyundai i20 N Rally1 estão no terceiro lugar, com Ott Tänak no quarto posto a 5,7s, apesar de algumas queixas sobre a afinação do seu Hyundai.

Primeiro na estrada, logo, em teoria, o mais prejudicado nestas condições de piso, Kalle Rovanperä conseguiu perder ‘apenas’ 5,7s para Loeb, estando logo na frente do seu companheiro na Toyota, Sébastien Ogier. O recordista de vitórias em Portugal – em igualdade com Markku Alén – termina a manhã a 6,7s de Loeb. Ou seja, os seis primeiros classificados do Vodafone Rally de Portugal estão separados por 6,7s após quatro classificativas (contando com a Super Especial de Coimbra, disputada ontem).

No WRC2, o finlandês Teemu Suninen (Hyundai i20 N Rally2) lidera um extenso e competitivo pelotão de 43 inscritos, com 11s de avanço sobre o líder do campeonato, Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia Rally2 evo).

O espetáculo promete para a secção da tarde, onde a degradação dos troços vai ser mais evidente, num dia que deverá terminar em apoteose, na popular Super Especial de Lousada (19h03).

RALLY DE PORTUGAL NA SERRA DA LOUSÃ E AÇOR

Image 1 of 15

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link