Economia

Vê Portugal. “Tenho a certeza que este vai ser o fórum da família do Turismo”

Notícias de Coimbra | 1 ano atrás em 08-05-2023

A Turismo Centro de Portugal apresentou hoje as mais recentes novidades no programa da nona edição do Fórum de Turismo Interno “Vê Portugal”, que vai decorrer na cidade da Covilhã nos dias 29, 30 e 31 de maio.

PUBLICIDADE

As novidades foram apresentadas durante uma conferência de imprensa que decorreu espaço que, em breve, será o Montebelo Vista Alegre Lisboa Chiado Hotel, em Lisboa, e na qual intervieram Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal (TCP), José Miguel Oliveira, vereador da Câmara Municipal da Covilhã, Jorge Costa, administrador da Visabeira Turismo, e Adriana Rodrigues, chefe do núcleo de Comunicação, Imagem e Relações Públicas da TCP.

O Fórum Vê Portugal é uma iniciativa anual do Turismo Centro de Portugal, que junta especialistas nacionais e internacionais para uma discussão alargada sobre o presente e o futuro do turismo interno. Covilhã sucede a Viseu, Aveiro, Coimbra, Leiria, Guarda, Castelo Branco, Caldas da Rainha e Tomar, as cidades da região que acolheram as edições anteriores, sempre com grande sucesso. Este ano, o tema central do evento é “Tecer Novos Caminhos para o Turismo Interno”.
 
Entre as novidades hoje anunciadas, destacam-se a introdução de novos oradores para os vários painéis do evento, que irão apresentar temas relevantes para a discussão do turismo interno.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Na conferência de imprensa, o anfitrião Jorge Costa agradeceu a presença de todos num espaço privilegiado no coração de Lisboa que nas próximas semanas irá ser o primeiro hotel 5 estrelas do grupo Visabeira em Lisboa.

PUBLICIDADE

José Miguel Oliveira considerou ser “uma honra para a Covilhã receber o Fórum Vê Portugal”. “A Covilhã é uma cidade que se destaca no interior do país, tendo registado 300 mil dormidas em 2022. É a porta de entrada para a Serra da Estrela e dispõe de uma oferta turística diversificada. Estou certo de que o Vê Portugal será um evento memorável para os visitantes e para os moradores. Quem se deslocar à Covilhã irá ter uma experiência inesquecível”, acrescentou.

Pedro Machado destacou a importância da realização do Fórum Vê Portugal no contexto atual. “Temos registado, nos últimos anos, ao crescimento da procura interna dos destinos de interior. O interior do Centro de Portugal, de que a Covilhã é exemplo, é cada vez mais o destino preferido de muitos portugueses, ajudando, em muitos casos, a compensar a diminuição da procura externa provocada pela pandemia. O interior da região está a ser redescoberto pelos portugueses e constitui, como dizemos há muito, um verdadeiro luxo do século XXI, onde se podem gozar férias com tempo, espaço e qualidade. É mais do que justo, por isso, termos escolhido a Covilhã para este Fórum Vê Portugal”, considerou.

“Desde o início do Vê Portugal que trazemos para a discussão a importância do turismo interno, que é injustamente desvalorizado por muitos. Tenho a certeza que este vai ser o fórum da família do Turismo em Portugal”, disse ainda Pedro Machado. 


Coube a Adriana Rodrigues apresentar com maior detalhe o programa do Fórum Vê Portugal, que durante três dias vai tornar a Covilhã a capital do turismo interno. O programa pode ser consultado em https://bit.ly/3yCiYU2 ou www.facebook.com/forumveportugal.

Adriana Rodrigues destacou que “a 9.ª edição do Vê Portugal assume uma forte componente de inspiração e criatividade, alinhada com a cultura que se vive na cidade anfitriã, a Covilhã, cidade criativa do Design. Pretende-se, com isso, dar-se um impulso à reflexão sobre o tema do turismo interno, que fuja à norma. Simultaneamente, pretende-se propiciar uma experiência, na primeira pessoa, de alguns dos principais produtos turísticos da Covilhã e da Serra da Estrela: cultura, historia, património, natureza, gastronomia e vinhos. São todos bem-vindos, e necessários, no ‘Vê Portugal’, o maior forum de discussão do turismo interno que se realiza em Portugal”.

Os trabalhos do encontro começam na tarde de dia 29 de maio. Entre as 17h00 e as 19h00, o espaço do New Hand Lab recebe a segunda edição das “Reuniões B2B”. Esta é uma iniciativa que tem como objetivo juntar os agentes da oferta turística da sub-região Beiras e Serra da Estrela com operadores turísticos e agentes de viagens nacionais. Estão já confirmados 23 buyers e 22 suppliers.

Segue-se um Welcome Drink no Pena D´Água Boutique Hotel, reservado aos participantes nestas reuniões B2B.

O dia seguinte, 30 de maio, tem uma manhã preenchida com debates e apresentações no Teatro Municipal da Covilhã.

A Sessão de Abertura do evento terá a participação de Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal, Mário Raposo, reitor da Universidade da Beira Interior, Vítor Pereira, presidente da Câmara Municipal da Covilhã, e Nuno Fazenda, secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços.

Seguem-se dois momentos que seguramente deixarão a audiência conquistada. Jorge Sequeira, um dos mais conhecidos “motivational speakers” nacionais, fará uma preleção a todos os presentes, com o tema “Dar ao Pedal – Destino e Partida Sem Igual”; e Luís Osório, escritor e jornalista, cronista diário na TSF, apresentará um “Postal do Dia” especial.

Às 12h00 tem lugar mais um momento alto do dia, com o debate “Turismo Interno – Desafios para Portugal”. Moderada pelo jornalista Paulo Baldaia, a conversa junta um painel alargado, que inclui Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, e quatro presidentes de regiões de turismo: Pedro Machado, do Centro de Portugal; Luís Pedro Martins, do Porto e Norte de Portugal; Vítor Silva, do Alentejo; e João Fernandes, do Algarve.

A tarde do segundo dia desafia todos os participantes no “Vê Portugal” a “Inspirar para Criar, na Covilhã”. Esta iniciativa, em parceria com o Município da Covilhã, o Museu de Lanifícios da UBI e o New Hand Lab, pretende estimular a criatividade dos participantes e promover os principais ativos turísticos do concelho. Os participantes podem escolher entre cinco atividades, todas gratuitas mas limitadas ao número de vagas. As hipóteses são as seguintes:

Roteiro pela Arte Urbana da Covilhã – Um passeio pelo centro histórico da cidade, onde o passado se cruza com o presente nos murais de conceituados artistas, como Vhils ou Bordalo II.
Visita ao Museu de Lanifícios da UBI – A visita percorre a história dos lanifícios e dá a conhecer os saberes-fazer que lhe estão associados. Revela uma indústria que, sendo das mais antigas, continua hoje bem viva na região.
Percurso pedestre pela Rota da Floresta – Em pleno Geopark Estrela, um momento de exploração do património natural que liga a Covilhã ao Parque Natural da Serra da Estrela, fará as delícias dos amantes da natureza.
Percurso Caminho de Santiago no Concelho da Covilhã – Percurso secular entre cerejais, onde se respira natureza, história e hospitalidade. Usufruir das belas paisagens, enchendo os pulmões de ar puro, é o desafio.
Oficinas de Criação no New Hand Lab – Uma oficina, com orientação de Ana Paula Almeida, que consiste em criar uma peça decorativa revestida a crochet, com fios de lã produzidos na própria fábrica.
 

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE