Conecte-se connosco

Destaque

Vamos usar chapéu pelos cuidados paliativos pediátricos?

Publicado

em

A aTTitude IPSS lança o desafio “Chapéus com aTTitude”, no âmbito da campanha de sensibilização internacional dinamizada pela International Children´s Paliative Care Network (ICPCN), que consiste em desafiar as pessoas a usarem um chapéu no seu local de trabalho no dia 14 de outubro.

chapeu

A iniciativa é realizada pelo 3º ano consecutivo, a nível mundial, e pela 1º vez em Portugal, com o objetivo de sensibilizar a população para o direito que as crianças com doenças crónicas ou limitantes de vida e suas famílias têm de receber cuidados paliativos pediátricos.

“A aTTitude pretende com esta iniciativa simbólica recordar que em Portugal existem mais de 6 mil crianças e jovens com necessidades paliativas e que o nosso país é ainda considerado o menos desenvolvido da Europa Ocidental nesta área da saúde. Nunca é demais relembrar que os cuidados paliativos constituem um direito humano básico para todas as crianças e jovens portadores de doenças crónicas, e que é nosso dever lutar pela sua rápida implementação a nível nacional”, explica a Presidente da Direção da aTTitude, Bibi Sattar.

A sociedade civil será convidada a partilhar a sua fotografia, com o seu chapéu preferido, no evento “Chapéu com aTTitude” (https://www.facebook.com/events/741215732697679/, com o hastag #eutenhoattitude e #chapeucomattitude.

Ainda no âmbito desta Campanha, a IPSS desafiou várias escolas da creche ao 3º ciclo a participarem num concurso de arte infanto-juvenil. Os vários agrupamentos escolares colocaram à prova a criatividade dos seus alunos para a construção de chapéus com aTTitude.

“Este concurso pretende, acima de tudo, sensibilizar os professores e as crianças para a temática dos cuidados paliativos pediátricos. Os três melhores chapéus de cada ciclo irão receber um prémio patrocinado pela Science4you e todas as escolas um diploma de participação. Todos os chapéus serão colocados numa exposição com a possibilidade de angariação de donativos a favor do projeto ‘Vamos cuidar’”, conclui Bibi Sattar.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link