Conecte-se connosco

Crimes

Usa chama direta para limpar terreno e é detido por crime de incêndio

Publicado

em

Um sexagenário foi detido por suspeitas de ser o autor de um incêndio florestal, ocorrido ao início da noite do dia 13, numa freguesia do concelho de Viana do Castelo, anunciou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ diz que o homem, de 62 anos, reside na freguesia onde ocorreu o incêndio, acreditando “que terá atuado com recurso a chama direta e com o intuito de proceder à limpeza, pelo fogo, de terrenos e caminhos, conformando-se com o resultado que da sua conduta poderia advir”.

A PJ lembra que, no dia do incêndio, o país se encontrava em situação de contingência “devido ao risco máximo de incêndios, com temperaturas a rondar os 40 graus centígrados”.

“Face às condições atmosféricas registadas naquele momento, em que se conjugavam altas temperaturas com um grau de humidade baixo, aliado à disponibilidade de combustível, o incêndio evoluiu e ampliou o seu perímetro rapidamente, colocando em sério risco as instalações industriais de uma empresa de alumínios, várias habitações e as manchas florestais situadas nas proximidades”, explica esta força de investigação criminal.

O incêndio consumiu cerca de dois hectares de área florestal, constituída principalmente por espécies arbustivas e arbóreas.

De acordo com a PJ, “o incêndio só não atingiu outras proporções, devido à pronta e eficaz intervenção dos Bombeiros de Viana do Castelo, que assim evitaram a sua descontrolada propagação”.

O sexagenário será hoje presente a tribunal para aplicação de medidas de coação.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com