Conecte-se connosco

Economia

Centro de Portugal cria rede de parceiros para aposta no Turismo Industrial

Publicado

em

A aposta no Turismo Industrial permitirá combater a sazonalidade, alavancar estadias mais prolongadas e promover a coesão territorial, defendeu hoje o presidente do Turismo Centro de Portugal.

“O Turismo Industrial é um produto turístico fundamental para a região, uma vez que está disponível 365 dias por ano e promove a coesão territorial”, disse hoje Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, no Museu Nacional Ferroviário, no Entroncamento (Santarém), local onde foi constituída formalmente a rede de parceiros do Turismo Industrial da região Centro de Portugal.

O momento foi assinalado pela assinatura da Declaração de Compromisso entre a Turismo Centro de Portugal, municípios e outros parceiros, nomeadamente empresas, tendo em vista a futura Rede Portuguesa do Turismo Industrial, desenvolvida a nível nacional.

“A estruturação do produto turístico Turismo Industrial é uma receita para sermos mais atrativos e mais competitivos, mas também para podermos alavancar o crescimento de uma indústria fundamental na nossa região”, disse Pedro Machado, para quem este “é um produto turístico com características únicas” já que está disponível todo o ano.

Tal facto, sublinhou, permitirá “alavancar estadias mais prolongadas e combater a sazonalidade”, sendo ainda um produto que “promove a coesão territorial”, no sentido em que “potencia também destinos de baixa densidade” populacional.

“Portugal, e a região Centro em particular, ainda trabalha no sentido de mitigar dois dos nossos constrangimentos, a estadia média e uma forte sazonalidade, e este é um produto que permite combater quer a baixa estadia média, quer a sazonalidade”, afirmou o presidente do Turismo Centro de Portugal.

Pedro Machado salientou ainda que a ideia de se poder “construir um produto turístico que está presente o ano inteiro e que permite alavancar estadias mais prolongadas, reforça depois a relação quer com o alojamento, quer com a restauração, quer com a economia local, quer com os serviços”, entre outros.

A cerimónia da assinatura da Declaração de Compromisso contou ainda com intervenções de Manuel Cabral, presidente da Fundação do Museu Nacional Ferroviário, de Jorge Faria, presidente do município do Entroncamento, e de Teresa Ferreira, diretora do Departamento de Dinamização da Oferta e dos Recursos do Turismo de Portugal, que elogiou a ideia e lembrou “os primeiros passos” do novo produto.

“O grupo dinamizador do novo produto turístico, que é o Turismo Industrial, junta o Turismo de Portugal, as cinco entidades regionais de Turismo, a Madeira e os Açores, alguns municípios e alguns parceiros privados, como é o caso da Vista Alegre e da New Hand Lab. Juntos, temos feito um enorme esforço no trabalho de estruturação de um produto turístico à escala nacional. Agora estamos em modo de celebração, pois começamos a ver os seus frutos”, afirmou.

Na Declaração de Compromisso hoje assinada é referido, entre vários pontos, o empenho das partes na implementação das boas práticas e critérios de conformidade associados aos serviços de Turismo Industrial, de acordo com um Guia de Boas Práticas, estipula-se a participação conjunta em iniciativas para a sua promoção e confirma-se que o Turismo Centro de Portugal, os parceiros e os municípios disponibilizarão informação atualizada sobre a oferta de Turismo Industrial nos respetivos ‘websites’.

Assinaram a Declaração de Compromisso os municípios de Abrantes, Cantanhede, Entroncamento, Marinha Grande, Porto de Mós, Seia, Sever do Vouga e Tomar, a par de cerca de duas dezenas de parceiros, como o Museu Metalúrgica Duarte Ferreira, em Tramagal (Abrantes), o Museu Nacional Ferroviário, no Entroncamento, o Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar, o Núcleo Museológico da Fundição Tomarense, o Museu e Fábrica da Vista Alegre, em ílhavo, e o Museu do Vidro, na Marinha Grande, entre outros.

O Turismo Centro de Portugal é a entidade que estrutura e promove o turismo na Região Centro do país, abrangendo 100 municípios.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link