Conecte-se connosco

Justiça

Tribunal de Coimbra condena pela quinta vez homem por abuso de menores

Publicado

em

Um homem, de 51 anos, foi condenado pelo Tribunal de Coimbra a uma pena de sete anos e meio de prisão por crimes de abuso sexual de menores de que foi vítima uma menina de anos, com debilidade mental.

Esta foi a quinta vez que o arguido, que se encontra a cumprir pena de prisão, foi condenado por crimes sexuais contra jovens.  O coletivo de juízes deu como provados os crimes de abuso sexual de menor agravado, abuso sexual de adolescente agravado e pornografia de menor agravado.

O tribunal considerou que o homem “se aproveitou da menor por quatro vezes”. Hoje na leitura do acórdão, a juíza presidente disse que o arguido “não podia ignorar a idade que a menor tinha e a debilidade mental que tem, embora esta seja ligeira”.

“Tudo isto é muito grave”, afirmou a magistrada, sublinhando a “reincidência” do arguido. “O senhor já cumpriu pena de prisão efetiva de seis anos, em cúmulo jurídico, pelo mesmo tipo de crimes, vai na quinta condenação por crimes sexuais contra jovens”, vincou acrescentando: “isto não tem explicação”.

O homem foi condenado a sete anos e seis meses de prisão e terá ainda de pagar uma indemnização de 30 mil euros à menor.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link