Crimes

Tribunal absolveu grupo suspeito de assalto a ourivesaria

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 16-01-2014

O tribunal da Guarda absolveu hoje cinco arguidos que eram suspeitos de terem assaltado uma ourivesaria naquela cidade e condenou dois elementos do mesmo grupo por furto qualificado numa loja de telemóveis.

PUBLICIDADE

Um dos indivíduos foi condenado a quatro anos de prisão efetiva e o outro a três anos e seis meses de cadeia, com a pena suspensa pelo mesmo período.

PUBLICIDADE

Os restantes três arguidos arrolados no processo foram absolvidos, mas um deles ficou detido à ordem do Tribunal da Relação de Coimbra devido a um mandado de detenção europeu.

PUBLICIDADE

publicidade

Os arguidos têm idades entre 23 e 39 anos, sendo que três deles estavam acusados da autoria de dois crimes de furto qualificado e dois de um crime da mesma natureza.

O coletivo de juízes do tribunal da Guarda absolveu os cinco suspeitos do furto da ourivesaria por não ter sido produzida prova suficiente para assegurar a “certeza” da sua prática.

PUBLICIDADE

“Apesar de [os factos] serem praticados por pessoas, não sabemos quem foram as pessoas. Os indícios não foram suficientes para termos a certeza”, disse o juiz presidente.

Durante a leitura do acórdão, que só foi escutado por três dos arguidos, o juiz do Tribunal da Guarda disse ainda que, apesar da gravidade dos factos ocorridos, “não foi possível apurar quem foram os seus autores”.

O grupo era suspeito de, em 2011, ter assaltado uma ourivesaria situada na galeria comercial do hipermercado Intermarché, com a utilização de uma viatura todo o terreno, e uma loja de telemóveis no edifício do hipermercado Pingo Doce, na Guarda.

Os cinco estrangeiros sentaram-se no banco dos réus suspeitos de, no dia 21 de setembro de 2011, no período compreendido entre as 01:00 e as 04:00, terem entrado nas instalações do supermercado Intermarché e assaltado a ourivesaria existente na galeria comercial.

Estavam também acusados de, entre as 20:00 do dia 11 de setembro de 2011 e as 04:00 do dia seguinte, terem entrado no edifício do supermercado Pingo Doce e roubado “95 telemóveis, 34 computadores e ‘tablets’ e diversos acessórios”, avaliados em mais de 14 mil euros.

 

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com