Conecte-se connosco

Polícias

Três homens detidos por agressões a polícias

Publicado

em

As autoridades detiveram na quarta-feira três homens, entre os 20 e os 46 anos, suspeitos de agredir agentes da polícia e de resistir à detenção, divulgou hoje o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (Cometlis).

As detenções ocorreram no concelho de Lisboa, mas em locais e contextos distintos, sendo os homens suspeitos dos crimes de resistência e coação sobre funcionário e ofensas à integridade física qualificada, segundo explica o Cometlis, em comunicado.

A primeira situação teve lugar na freguesia dos Olivais e teve início com um pedido de ajuda por parte de agentes da Polícia Municipal de Lisboa, que “estavam a ser alvo de ameaças no decorrer do exercício das suas funções”, mais precisamente a fiscalização de um acidente rodoviário.

“Já no local, os polícias tentaram inteirar-se dos factos e repor a ordem pública, contudo o suspeito persistiu na adoção de um comportamento hostil e evasivo às ordens legais proferidas pelos polícias, sendo que em determinado momento insurgiu-se fisicamente contra o agente da Polícia Municipal, empurrando-o e tentando abandonar o local em ato contínuo, momento em que foi detido pelos polícias da PSP”, relata a nota.

Na sequência destas agressões, o agente da Polícia Municipal de Lisboa teve de receber tratamento médico, tendo decidido avançar com um procedimento criminal contra o suspeito.

A segunda ocorrência teve lugar na freguesia de Marvila, para onde os agentes da PSP foram chamados para um cenário de “ameaças com arma de fogo”.

“Já no local, os polícias procederam à abordagem de um grupo de vários indivíduos suspeitos, que no momento encontravam-se envolvidos em contenda verbal. Em resultado da intervenção policial e tentativa de pôr cobro à desordem pública e ameaças que um dos suspeitos dirigia a outro cidadão, este direcionou o seu ímpeto ofensivo e agressividade aos polícias, injuriando e ameaçando repetidas vezes”, acrescenta a nota.

Entretanto, durante os procedimentos para a detenção e algemagem do suspeito, um familiar “insurgiu-se fisicamente” contra os polícias, motivo pelo qual seria também ele detido.

“Os indivíduos aqui referidos face às suspeitas que recaíam sobre os mesmos e a clara perceção da objetiva continuidade da atividade criminal, recolheram às salas de detenção do Comando Metropolitano de Lisboa para serem presentes à Autoridade Judiciária para aplicação de medida de coação”, indica a PSP

Ainda segundo o Cometlis, dois dos detidos “apresentam um histórico de participação em crimes de diversa natureza, entre os quais situações de agressões e desobediência a polícias, ilustrando um comportamento manifestamente desrespeitador para com as forças da ordem e agentes do Estado”.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com