Assinaturas NDC

Apoie a nossa missão. Assine o Notícias de Coimbra

Mais tarde

Crimes

Tentou matar ex-sogros com catana e martelo por achar que são culpados do fim da relação com a mulher

NOTÍCIAS DE COIMBRA | 3 meses atrás em 21-11-2023

Um homem tentou assassinar os pais da ex-companheira, depois de se ter convencido de que estes eram responsáveis pelo fim da relação. Foi agora condenado a oito anos e seis meses de prisão e ao pagamento de indemnizações nos valores de 7.610 euros e de cinco mil euros, em Ponta Delgada, nos Açores.

PUBLICIDADE

O arguido, que “viveu maritalmente com a filha dos ofendidos até 26 de maio de 2021, altura em que esta abandonou a casa de morada de família com os três filhos de ambos”, foi acusado do crime de violência doméstica agravado e de violação no dia 19 de maio deste ano, ainda que os ilícitos tenham sido cometidos entre 26 de maio de 2021 e 5 de abril de 2022, segundo um comunicado da Procuradoria-Geral Regional de Lisboa.

PUBLICIDADE

Foi apontado que “o arguido nunca aceitou a separação e convenceu-se terem sido os pais da companheira a provocar do fim da relação e a instigá-la a efetuar a denúncia contra ele”. Por isso, no dia 7 de março, o homem dirigiu-se à residência dos ex-sogros com uma catana e um martelo, onde os agrediu “fisicamente e só não logrou, como era sua intenção, tirar-lhes a vida, por ter aparecido no local um vizinho que o impediu de o fazer”, pode ler-se no Notícias ao Minuto.

PUBLICIDADE

“O tribunal aplicou a pena atendendo à gravidade dos factos, à personalidade do arguido, ao dolo direto e intenso e às exigências elevadas de prevenção geral e especial, tendo em consideração as lesões provocadas e o sofrimento psíquico das vítimas”, revela.

O arguido aguarda o trânsito em julgado sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

PUBLICIDADE

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com