Saúde

Tempos de espera nos hospitais privados variam entre as três e as quatro horas

Notícias de Coimbra com Lusa | 4 meses atrás em 02-01-2024

Os tempos médios de espera para doentes urgentes nos hospitais privados na região de Lisboa às 17:00 de hoje alternavam entre mais de quatro horas no Hospital Lusíadas e três horas no Hospital da Luz.

PUBLICIDADE

Dados compilados pela agência Lusa indicam que no Hospital da Luz Lisboa o tempo de espera para um doente adulto era de três horas, enquanto no serviço de pediatria era de duas horas e 48 minutos.

Os utentes do Hospital da Luz começaram na tarde de hoje a receber uma mensagem de texto para telefonarem primeiro antes de se deslocarem às urgências.

PUBLICIDADE

“(…) Antes de se deslocar ao Atendimento Urgente na rede Hospital da Luz, ligue sempre para LUZ 24 (217104424). +info em hospitaldaluz.pt/uw”, lia-se na mensagem.

O Hospital Lusíadas Lisboa encontrava-se com um tempo de espera de quatro horas e 46 minutos para doentes pouco urgentes (pulseira verde) e de uma hora e 39 minutos para casos urgentes (pulseira amarela).

PUBLICIDADE

No serviço de pediatria deste hospital os tempos de espera variavam entre os dois e os 24 minutos.

O Hospital Lusíadas Amadora, no distrito de Lisboa, apresentava 36 minutos de espera para casos pouco urgentes, tendo “temporariamente disponível” os dados relativos aos doentes urgentes.

No Hospital da Luz Arrábida, no Porto, o tempo de espera para um adulto era de 28 minutos e para o serviço de pediatria era de duas horas e 34 minutos.

O Hospital da Luz Aveiro estava com um tempo médio de espera para adultos de uma hora e 16 minutos.

O Hospital Lusíadas Porto apresentava um tempo de espera de uma hora e 50 minutos para casos pouco urgentes e 39 minutos para urgentes. A pediatria estava com um tempo de espera de uma hora e quatro minutos para casos pouco urgentes e 26 minutos para urgentes.

Também a CUF revelava alguns constrangimentos no atendimento permanente e atendimento médico não programado.

Na região de Lisboa, o Hospital CUF Descobertas indicava ao final da tarde hoje um tempo médio de espera de três horas e seis muitos para os adultos e 50 minutos na pediatria, em atendimento permanente.

Também na mesma modalidade atendimento o Hospital CUF Sintra assinalava quatro horas e 58 minutos para adultos e uma hora e um minuto na pediatria.

O Hospital CUF Tejo indicava um tempo de espera de quatro horas e 24 minutos para adultos no atendimento permanente e zero minutos na pediatria no atendimento médico não programado.

O Hospital CUF Cascais está com um tempo de espera de quatro horas e cinco minutos para adultos e 16 minutos na pediatria, no atendimento permanente.

O Hospital CUF Almada estava com esperas de duas horas e dois minutos no serviço de pediatria em atendimento não programado.

O Hospital CUF Santarém apresentava um tempo médio de espera de quatro horas e 48 minutos para adultos, em atendimento médico não programado.

O Hospital CUF Porto estava com tempos de espera de uma hora e dois minutos para adultos e 24 minutos na pediatria em atendimento permanente.

Também o Hospital CUF Torres Vedras contava com tempos de espera acima da uma hora, no atendimento permanente, com uma hora e 59 para os adultos e uma hora e 16 minutos na pediatria.

O Hospital CUF Viseu estava com um tempo médio de espera de duas horas e três minutos para os adultos e 13 minutos na pediatria, no atendimento permanente.

No Serviço Nacional de Saúde (SNS), na semana passada, os tempos médios chegaram a atingir as 18 horas.

O Ministério da Saúde aconselha que, em caso de situação de doença aguda não emergente, a utilização das alternativas disponíveis aos serviços de urgência, como os centros de saúde e os serviços digitais SNS 24, “contribui para diminuir a pressão sobre os serviços de emergência hospitalar, através de atendimentos que podem ser prestados em outros pontos do SNS”.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE