Conecte-se connosco

Cidade

Teatrão obrigado a despedir funcionários!

Publicado

em

O Teatrão, companhia de teatro de Coimbra, vai cancelar parte da sua programação e reformular a sua atividade e estrutura, o que acontece na sequência da sua candidatura não ter contado com apoios diretos da DGArtes.

Em declarações à Antena 1, uma responsável do Teatrão revelou que a companhia pode ter de despedir 15 funcionários e tem de repensar toda a sua actividade.

Os apoios da Direção Geral das Artes são significativos no orçamento da estrutura, nomeadamente no que diz respeito à manutenção de postos de trabalho.

Este corte de financiamento teve já consequências, que têm que ver com a redução de pelo menos 30% de despesas fixas – o que implicou a suspensão do vínculo de trabalho três pessoas e a redução de horário de outras duas.

Igualmente a programação da Oficina Municipal do Teatro (que é um equipamento cultural do Município, programado pelo Teatrão) sofreu cortes: todos a programação externa do 2º semestre foi cancelada. Nisto se enquadram os acolhimentos de projetos importantes e que integravam já a programação do Almanaque (“A Viagem” de Filipa Francisco e “Um Museu vivo de memórias pequenas e esquecidas” do Teatro do Vestido”).

Igualmente os concertos acolhidos na Tabacaria foram cancelados. Segundo o Teatrão, o Município de Coimbra demonstrou, desde a primeira hora, disponibilidade para colaborar  na procura de soluções que permitam a viabilidade do projeto artístico. Estas negociações decorrem ainda, bem como um recurso interposto pelo Teatrão perante o resultado das candidaturas ao apoio tripartido.

“A situação é triste e preocupante”, mas o Teatrão garante que não cessará de procurar alternativas e outras formas de financiamento da sua actividade.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link