Conecte-se connosco

Lazer

Teatrão apresenta espetáculo Aldebarã no próximo sábado

Publicado

em

A Oficina Municipal de Teatro (OMT) – Teatrão, em Coimbra, apresenta o espetáculo Aldebarã, do projeto Terra Amarela, no dia 25 de setembro, pelas 21:30, numa sessão com audiodescrição e interpretação em Língua Gestual Portuguesa (LGP).

O espetáculo Aldebarã integra o Programa Okupas. Este programa assenta na ocupação da OMT por outros projetos teatrais para serem apresentados a Coimbra de forma mais alargada. Esta é a quarta ocupação da Oficina Municipal do Teatro. Depois dos projetos Terceira Pessoa, de Castelo Branco, da companhia Mascarenhas-Martins, do Montijo, do Teatro da Didascália, de Joane, a Terra Amarela ocupa a OMT para a apresentação do espetáculo “Aldebarã”, o Seminário “Acesso Cultural e criação artística participativa: Em que ponto estamos?” e a oficina de Criação teatral “Territórios Poéticos ou a possibilidade de construir uma nova geografia”.

A Terra Amarela é uma estrutura fundada em abril de 2018, com direção artística do ator e encenador Marco Paiva. Da fundação da Terra Amarela fazem ainda parte um conjunto de artistas provenientes de diversas linguagens criativas, bem como outros profissionais ligados às práticas artísticas e culturais acessíveis. O aparecimento da Terra Amarela deve-se à necessidade de criar um espaço de diálogo artístico, social e comunitário mais alargado, que possa dar continuidade ao trabalho que o diretor artístico Marco Paiva iniciou no ano 2000 junto do projeto Crinabel Teatro, um grupo constituído por intérpretes com deficiência intelectual.

O Teatrão apresenta a sinopse do espetáculo Aldebarã. “Portugal, ano 2118. Os recursos naturais da Terra estão esgotados e a humanidade está à beira da extinção. Como último recurso, a Agência Espacial Lusitana vai enviar uma expedição em busca de outro planeta habitável. Destino: a estrela Aldebarã, uma das mais próximas do nosso sistema solar. Uma nave veloz é construída e procuram-se tripulantes para esta missão repleta de perigos e incertezas. Mas os únicos voluntários a oferecer-se formam uma tripulação de párias, desajustados e estouvados. Agora estes argonautas futuristas devem unir as suas forças e lançar-se no desconhecido. Conseguirão eles salvar o planeta que os rejeitou?”.

Aldebarã é um espetáculo teatral para a juventude construído a partir de jornadas mitológicas de heróis como Ulisses, Eneias e Jasão. A narrativa de viagem é um recurso para explorar temas como alteridade, diversidade e construção de linguagem. Este é um projeto concebido pela associação cultural Terra Amarela com um elenco de intérpretes-criadores com um perfil que se apoia na diferença: artistas com distintas idades, raças, capacidades intelectuais, ferramentas de comunicação. Uma tripulação incomum numa aventura desafiadora.

A Ficha Técnica e Artística conta com encenação de Marco Paiva e texto de Alex Cassal. O elenco é composto por Barbara Pollastri, Joana Honório, Tânia Alves e Tony Weaver. Desenho de luz por Nuno Samora, cenografia e figurinos por Nuno Samora, vídeo arte por Mário Melo Costa. A música original é da autoria de José Alberto Gomes, produção de Terra Amarela e coprodução por LU.CA Teatro Luís de Camões (PT), A Oficina (PT) e Cine-Teatro Louletano.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade