Conecte-se connosco

Coimbra

Teatrão acolhe Terra Amarela na Oficina Municipal do Teatro para espetáculos acessíveis a todos

Publicado

em

Nos próximos dias 25 e 26 de setembro o Teatrão emprestará a sua casa à Terra Amarela em mais uma edição do programa OKUPAS e que pretende dar a conhecer a Coimbra estruturas de criação sediadas noutras cidades e que consideramos terem projetos artísticos relevantes, informam os responsáveis.

A Terra Amarela é uma estrutura de criação artística, fundada em 2018 pelo ator e encenador Marco Paiva, que cruza as práticas artísticas e culturais acessíveis.

Este acolhimento trará à Oficina Municipal do Teatro um fim-de-semana cheio com um programa em torno da criação artística participativa. Deste programa farão parte um seminário, um espetáculo e uma oficina. No sábado, logo pelas 15h, terá lugar o Seminário “Acesso Cultural e criação artística participativa: Em que ponto estamos?”. Neste encontro, com inscrição gratuita para o público geral, os oradores Hugo Sousa e Marco Paiva abrirão o diálogo e o olhar para o conceito de Acesso, procurando identificar em conjunto com os presentes o que está feito e o que ainda podemos edificar juntos.

À noite, pelas 21:30, a Terra Amarela apresenta o espetáculo “Aldebarã”, que nos leva numa viagem espacial até essa estrela distante, num cenário futurista e (quiçá) premonitório do planeta e do próprio país.
Este será um dos pontos altos do fim-de-semana, que marca o retorno dos alunos do Projeto Pedagógico do Teatrão à OMT e a inauguração de uma nova forma de o Teatrão chegar ao público.

Para além da já habitual interpretação de espetáculos em Língua Gestual Portuguesa, numa colaboração com o curso de LGP da ESEC, o Teatrão passará a apresentar igualmente espetáculos com audiodescrição para espetadores cegos e com baixa visão. Este serviço, especialmente pensado a partir do projeto “A Meu Ver”, que o Teatrão desenvolve em parceria com a ACAPO, “representa mais uma das abordagens que o Teatrão tem desenhado para tentar chegar a todos quantos desejem fruir da cultura”, explica a organização.

No domingo, entre as 10h e as 17h, a Terra Amarela encerrará o fim-de-semana na OMT com a Oficina de Criação Teatral “Territórios Poéticos” coordenada pelo seu diretor artístico, Marco Paiva. Neste atelier pretende-se dotar os participantes de ferramentas de criação e composição teatral, que partam da exploração das idiossincrasias de cada indivíduo, criando, durante um dia, um novo território feito de cada uma das pessoas do coletivo. Esta oficina, com inscrições limitadas, é destinada a todas as pessoas a partir dos 18 anos e tem um custo de 25€.

Para mais informações, reservas para o espetáculo, ou inscrições no seminário e na oficina, poderão contactar: 239 714 013, 912 511 302 e ainda através do email [email protected].

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade