Conecte-se connosco

Região

Tábua beneficia de investimento de 1,2 milhões em saneamento

Publicado

em

A Associação de Municípios para o Sistema Intermunicipal de Águas Residuais (AINTAR) vai investir cerca de 1,2 milhões de euros (ME) na rede de drenagem de águas residuais de Venda da Esperança, Balocas e Valongo, no concelho de Tábua.

Trata-se de “uma obra bastante solicitada pelos munícipes há muito tempo e, portanto, vai ser uma realidade que vai servir aquela população toda, que não tinham saneamento e que passam a ter”, revelou à agência Lusa o presidente da Câmara Municipal de Tábua, Ricardo Cruz.

O contrato de adjudicação da empreitada foi assinado no dia 21 de setembro, nos Paços do Concelho, pelo presidente do conselho de administração da AINTAR e pelos representantes da empresa adjudicada, estando neste momento a aguardar o visto do Tribunal de Contas.

Esta obra deverá estar concluída até dezembro de 2023.

A intervenção realizada pela AINTAR, que agrega os Municípios de Carregal do Sal, Santa Comba, Tábua e Tondela, dos distritos de Viseu e Coimbra, tem um custo superior a 1,2 milhões de euros, e é comparticipada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).

De acordo com os dados da Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Saneamento (ERSAR), o autarca afirmou que neste momento o Município de Tábua, no distrito de Coimbra, tem uma rede de cobertura de saneamento de “68%”.

Ricardo Cruz deu ainda nota de que os investimentos da AINTAR no concelho de Tábua ascendem os 1,5 milhões de euros.

A associação vai investir cerca de 1,2 milhões de euros, na rede de drenagem de águas residuais de Venda da Esperança, Balocas e Valongo, cerca de 340 mil euros na Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Touriz, assim como na compra de uma cisterna para limpa-fossas, de seis mil litros, no valor de 10 mil euros.

De acordo com o autarca, a taxa de cobertura do saneamento básico no concelho de Tábua atingirá os 79%, após a entrada em funcionamento dos sistemas de drenagem de águas residuais e as Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Espariz e Carragosela; Sinde; Meda De Mouros, Bogalhas e Pinheiro de Coja; Espadanal, Lageosa e Vila Seca; Vale de Taipa, Babau e Sevilha, cujas intervenções estão em fase de conclusão.

Ao nível da taxa de cobertura de saneamento, “Tábua é o sexto melhor [Município]” do distrito de Coimbra, concluiu, com base nos dados da ERSAR, Ricardo Cruz.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com