Justiça

Super Dragão Macaco condenado a 7 meses de prisão (com pena suspensa) no caso de agressões a benfiquistas

Notícias de Coimbra | 1 mês atrás em 23-05-2024

Fernando Madureira, ex-líder dos Super Dragões, foi hoje condenado a sete meses de prisão, com pena suspensa, no caso de agressões a adeptos do Benfica e a agentes policiais antes de um jogo de hóquei em patins, em 2018.

PUBLICIDADE

Sete elementos dos Super Dragões, entre os quais o ex-líder, foram condenados, no Porto, a penas suspensas entre os cinco e os 15 meses, pelo crime de participação em rixa sob forma tentada.

A julgamento estavam nove arguidos acusados de terem agredido adeptos do Benfica e agentes da PSP antes de um jogo de hóquei em patins entre ‘dragões’ e ‘águias’, em 2018, mas o tribunal considerou apenas provado a participação em rixa sob forma tentada e não consumada.

PUBLICIDADE

O juiz do Tribunal do Bolhão condenou Fernando Madureira, que assistiu à leitura da sentença por videoconferência, a sete meses de prisão com pena suspensa por um ano e Hugo Carneiro, conhecido por ‘Polaco’, a 15 meses com pena suspensa por dois anos, sendo que ambos estão detidos no âmbito da Operação Pretoriano.

Além daqueles dois arguidos, outros três foram condenados a penas de oito meses e dois de cinco, todas suspensas por um ano, sendo que a todos os condenados foi aplicada a pena acessória de inibição de entrada em recinto desportivo durante 18 meses.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

O tribunal absolveu ainda dois arguidos, por considerar que não foi provada a sua participação nos incidentes, que resultaram em ferimentos em dois agentes policiais.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE