Conecte-se connosco

Empresas

Startup de Cantanhede no top 10 de empresas emergentes da genética do futuro 

Publicado

em

CBR Genomics é a única entidade portuguesa destacada nesta lista, que reúne as empresas que vão dar que falar no futuro da sequenciação genética na Europa. Itália e Alemanha lideram o pódio. 

A CBR Genomics, startup portuguesa sediada em Cantanhede, foi considerada uma das 10 empresas emergentes na área de sequenciação genética, na Europa. A distinção foi atribuída pela revista científica Life Sciences Review, que analisou o trabalho de cada organização em matéria de Sequenciação de Próxima Geração (NGS)Esta é a única empresa nacional a figurar neste top. 

A Sequenciação de Próxima Geração refere-se à aplicação de métodos novos e mais rápidos para sequenciar estruturas de DNA. Esta tecnologia tem revolucionado, ao longos dos últimos anos, os setores da Genética, com um significativo impacto clínico. Segundo a mesma revista, estima-se que o mercado registe um crescimento anual de 21% entre 2022 e 2027, devido aos avanços tecnológicos.  

Para a CBR Genomics, o objetivo passa por transformar a forma como a informação inscrita no DNA das pessoas é utilizado no acompanhamento médico dos cidadãos. A empresa portuguesa destaca-se no mercado por ter criado um conjunto de serviços — DNA.files — que pretendem detetar patologias, desde recém-nascidos a adultos, e suportar ações clínicas e decisões médicas com base nas informações do DNA.  

Com isto, é possível prevenir ou retardar o desenvolvimento de doenças genéticas graves através da sequenciação dos genes extraídos de uma amostra de saliva. A CBR Genomics acredita que este modelo vai tornar acessível à população o estudo do seu próprio DNA, permitindo a tomada de decisões de saúde mais informadas e, consequentemente, melhores cuidados de saúde. 

“Recusamo-nos a aceitar o diagnóstico tardio de doenças bem caracterizadas geneticamente (não tão) raras, doenças graves ou mesmo mortes precoces devido a condições genéticas totalmente estabelecidas, que poderiam ser precocemente intervencionadas ou mesmo evitáveis”, explica a CEO da CBR Genomics, Ana Catarina Gomes, àquela publicação.  

Life Sciences Review é uma revista de negócios e tecnologia para a indústria das ciências da vida. Além da startup portuguesa, a publicação destaca ainda três empresas da Alemanha e uma de Espanha e Malta. A Itália é o país europeu que soma o maior número de presenças: são quatro as entidades mencionadas. 

A edição completa da revista pode ser consultada  aqui

 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link