Conecte-se connosco

Coimbra

Somos Coimbra reage acenando com “coesão e mobilização”

Publicado

em

O movimento “Somos Coimbra” reagiu, hoje, à saída de 11 membros da sua Comissão Política alegando estar “coeso, firme e mobilizado”.

“Coimbra pode continuar a contar connosco, nada nos desviará daquele que sempre foi o objectivo central do movimento: enriquecer a democracia com uma forma independente de pensar e de estar, congregar vontades, dinamizar o concelho e inverter a sua decadência”, indica um comunicado do movimento coordenado por José Manuel Silva.

Para a actual Comissão Política (CP) de ‘SC’, a pretensão dos dissidentes no sentido de o movimento disputar autonomamente as eleições autárquicas de 2021 é “oposta àquela que sempre foi a estratégia aprovada nos órgãos próprios e debatida publicamente nos eventos do movimento”.

“A primeira decisão formal de ‘Somos Coimbra’ no sentido de procurar pontes com outras forças políticas foi tomada consensualmente em reunião da Comissão

Política de Novembro de 2019”, sustenta o comunicado, acrescentando que “várias das (11) pessoas demissionárias participaram activamente em contactos estabelecidos e nas reuniões com outras forças políticas”.

Segundo os dirigentes do movimento, “inopinadamente, alguns elementos propuseram uma inflexão súbita e absoluta da estratégia”.

De acordo com a actual CP, “a democracia enriquece-se com a construção de entendimentos que correspondam aos anseios da população e que permitam promover a concretização do programa de ‘SC’ no sentido do tão urgentemente necessário desenvolvimento, crescimento e afirmação do concelho de Coimbra”.

Neste contexto, o comunicado do movimento liderado por José Manuel Silva acentua não ter estado sobre a mesa a eventual integração de membros do movimento em listas de qualquer partido.

“O que temos procurado”, prossegue ‘SC’, é “a construção de uma plataforma alargada de várias forças políticas para devolver a esperança aos munícipes através de uma candidatura abrangente e vencedora (…), pois Coimbra não aguenta mais a incompetência de quem a trouxe até ao declínio em que se encontra”.

Caso essa plataforma não seja possível, ‘SC’ concorrerá sozinho às próximas eleições autárquicas.

Parafraseando Mark Twain, o sobredito comunicado conclui que “as notícias da morte do ‘Somos Coimbra’ são manifestamente exageradas”.

Ao lamentarem a recente saída de alguns elementos de ‘SC’, os actuais dirigentes agradecem “a contribuição” dada ao movimento pelos dissidentes.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com