Mundo

Sismo: 56 mil casas em 2.930 localidades marroquinas afetadas pelo terramoto

Notícias de Coimbra | 9 meses atrás em 25-09-2023

Mais de 56 mil casas em 2.930 localidades no sul de Marrocos foram afetadas pelo terramoto sentido em 08 de setembro, que causou quase três mil mortes, informa um relatório do Ministério das Finanças marroquino, consultado pela EFE.

PUBLICIDADE

Apresentado no sábado perante a Comissão de Finanças do parlamento de Marrocos, o documento indica que 32% desses imóveis ficaram totalmente destruídos e que o Governo vai prestar um apoio às famílias afetadas no valor de 30 mil dirhams – 2.760 euros –, ao longo de 12 meses.

O relatório acrescenta que as famílias afetadas vão receber, antes do fim de setembro, uma indemnização de 140 mil dirhams (12.900 euros) para a reconstrução das casas que desabaram por completo e de 80 mil dirhams (7.360 euros) para restaurarem habitações com danos parciais.

PUBLICIDADE

Sentido através da região do Alto Atlas, o sismo com magnitude entre 6,8 e 7 na escala da Richter causou quase três mil mortes e ainda 5.500 feridos, nas províncias de Marraquexe, Al Haouz, Chichaoua, Taroudant, Ouarzazate e Azilal.

Os estragos atingiram 35% das localidades contabilizadas nessas províncias, administradas por 163 municípios urbanos e rurais, informa ainda o relatório ao qual a EFE teve acesso.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Marrocos atribuiu um orçamento de 120 mil milhões de dirhams (cerca de 11 milhões de euros) para reconstruir infraestruturas nos territórios afetados e concretizar um novo plano de desenvolvimento socioeconómico naquela região do país do norte de África.

 

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE