Educação

Sindicatos de professores apresentam (mais um) pré-aviso de greve

Notícias de Coimbra | 1 ano atrás em 07-06-2023

A plataforma de nove organizações sindicais de professores apresentou hoje um pré-aviso de greve para os dias 15 e 20 de junho, às provas de aferição do 1.º ciclo do ensino básico (2.º ano).

PUBLICIDADE

A plataforma é composta pela Associação Sindical de Professores Licenciados (ASPL), Federação Nacional dos Professores (Fenprof), Federação Nacional da Educação (FNE), Pró-Ordem dos Professores (Pró-Ordem), Sindicato dos Educadores e Professores Licenciados (Sepleu), Sindicato Nacional dos Profissionais de Educação (Sinape), Sindicato Nacional e Democrático dos Professores (Sindep), Sindicato Independente dos Professores e Educadores (SIPE) e Sindicato Nacional dos Professores Licenciados pelos Politécnicos e Universidades (Spliu).

Os professores estão a realizar há vários meses greves com reivindicações relacionadas com a carreira, designadamente a contagem do tempo de progressão congelado (seis anos, seis meses e 23 dias), a última das quais na terça-feira, durante a qual milhares de professores saíram à rua no norte e no sul do país “para exigirem respeito” e pedirem os seis anos, seis meses e 23 dias de tempo de serviço prestado e não pago.

PUBLICIDADE

Apesar de manifestarem cansaço da luta, prometem “não parar”.

O secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, disse durante o protesto que os professores “estão determinados em lutar agora” e no próximo ano letivo caso seja necessário, considerando que o Ministério liderado por João Costa está “a levar a escola e a profissão de docente a definharem”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

A plataforma de nove organizações de professores promete novo protesto para sábado, no Peso da Régua, onde se celebra o 10 de Junho.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE