Justiça

Sindicato dos Oficiais de Justiça quer valor do subsídio de recuperação processual em 15%

Notícias de Coimbra com Lusa | 1 mês atrás em 19-06-2024

O Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ) propôs hoje ao Ministério da Justiça a subida de 13,5% para 15% do valor do suplemento de recuperação processual, exigindo ainda a integração deste valor no vencimento dos funcionários judiciais.

PUBLICIDADE

O presidente do SOJ, Carlos Almeida, disse à Lusa que o sindicato exige ainda um “comprovativo escrito” de que esse suplemento será integrado no vencimento, uma reivindicação que vai ao encontro do que o PSD, partido que é agora Governo, sempre defendeu no passado recente. Além disso, explicou, a integração desse valor no vencimento esteve prevista na Lei do Orçamento de Estado de 2020.

Carlos Almeida falava à agência Lusa no final de uma reunião com a ministra da Justiça, e ainda com a presença da Secretária de Estado adjunta e da Justiça, Maria Clara Figueiredo, e da Secretaria de Estado da Administração Pública, Marisa Garrido.

PUBLICIDADE

Segundo o dirigente do SOJ, a reunião foi suspensa devido a compromissos da Secretária de Estado da Administração Pública, mas sem que antes o SOJ tenha “colocado em cima da mesa” a proposta de aumento de 13,5% para 15% do valor do suplemento de recuperação processual. Não existe ainda data para a realização de nova ronda negocial

Carlos Almeida reconheceu que a ministra da Justiça, Rita Alarcão Júdice, não estava mandatada para satisfazer tais exigências, sem previamente falar com outros membros do Governo.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Apesar das negociações não estarem fechadas, o SOJ mantém o pré-aviso de greve, a partir de 28 de junho, nas manhãs das quartas e sextas-feiras, que vai decorrer até que sejam aceites as suas reivindicações salariais e de carreira.

O SOJ exige a revisão da tabela salarial anexa ao Estatuto dos Oficiais de Justiça e a inclusão no vencimento do suplemento de recuperação processual com efeitos a 01 de janeiro de 2021, ou seja, o pagamento do valor mensal nas 14 prestações anuais.

O sindicato reivindica ainda a abertura do procedimento para promoção e acesso a todas as categorias cujos lugares se encontrem vagos, assim como a abertura de concurso de ingresso para a carreira de oficial de justiça.

Em 05 de junho, o presidente do SOJ justificou a não-assinatura de um acordo com o Ministério da Justiça, alegando que a proposta do Governo “devia ser robustecida”.

Nessa altura, a outra estrutura sindical – o Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ) -, que é a mais representativa do setor, chegou a acordo com o Governo relativo ao suplemento de recuperação processual, que sobe para os 13,5%, considerando ser este um “primeiro passo” no caminho da valorização salarial e funcional da carreira.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE