Conecte-se connosco

Polícias

Sindicato denuncia restrições na circulação das viaturas da PSP

Publicado

em

O Sindicato Nacional da Polícia (Sinapol) denunciou hoje restrições na circulação das viaturas da PSP devido “à proibição no abastecimento do combustível”, situação que a direção nacional atribuiu a um problema com os contratos de fornecimento.

O presidente do Sinapol, Armando Ferreira, contou à Lusa que os vários comandos da PSP foram informados, através de email ou verbalmente, que estão “proibidos os abastecimentos de combustível” das viaturas policiais, devendo os carros permanecer parados em locais de visibilidade.

Armando Ferreira avançou que foram dadas indicações para que “as viaturas circulem o mínimo possível”, deixando de “haver patrulhas” e passem apenas a circular quando são chamados para uma ocorrência.

Segundo o sindicalista, os abastecimentos das viaturas policiais estão proibidos “até novas instruções”.

Em comunicado, o Sinapol considera esta situação “completamente inadmissível” que “põe em causa a segurança pública e dos cidadãos”, sendo “totalmente incompreensível para um país desenvolvido, membro da União Europeia”.

Contactada pela Lusa, a direção nacional da PSP referiu que os carros não estão proibidos de abastecer, mas existem restrições devido a “questões burocráticas” relacionadas com a renovação do contrato de fornecimento de combustível no início do ano, devendo o problema estar resolvido entre hoje e terça-feira.

Segundo a direção nacional da PSP, todas as viaturas da PSP foram abastecidas no último dia do ano.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link