Conecte-se connosco

Polícias

Sindicato critica “sentimento de impunidade” que existe em relação a agressões à polícia

Publicado

em

O Sindicato dos Profissionais de Polícia manifestou hoje preocupação quanto ao “sentimento de impunidade” que existe em relação às “continuadas agressões sofridas” pelas forças de segurança, defendendo a necessidade de se alterar a legislação e melhorar as condições de trabalho.

“Tendo hoje ocorrido mais um ataque violento com arma branca, vem o Sindicato dos Profissionais de Polícia manifestar a sua preocupação quanto ao sentimento de impunidade no que diz respeito às continuadas agressões sofridas por estes elementos das forças de segurança”, refere a direção nacional do sindicato, em comunicado.

O Correio da Manhã noticiou que um agente da PSP foi esfaqueado hoje, ao início da tarde, durante uma intervenção policial no Casal da Mira, na Amadora, distrito de Lisboa.

Ainda de acordo com o Correio da Manhã, o agente estava, com outros colegas, a cumprir um mandado para internamento compulsivo, tendo sofrido vários golpes e sido levado para o hospital no carro-patrulha.

O Correio da Manhã indica ainda que o agressor foi detido e está sob custódia da polícia.

Na nota divulgada após o caso ter sido noticiado, o Sindicato dos Profissionais de Polícia lamenta que diariamente ocorram “ataques” contra as forças de segurança, “sem que as entidades responsáveis efetuem as alterações necessárias de forma a dissuadir estes comportamentos”.

“Consideramos urgente que as alterações necessárias sejam aplicadas, nomeadamente ao nível legislativo e nas condições de trabalho”, defende o sindicato.

A Lusa contactou o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP que remeteu informações para terça-feira.

A direção nacional da PSP também não prestou qualquer esclarecimento sobre o caso.

 

VAM/JML // RBF

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com