Conecte-se connosco

Desporto

Sérgio Conceição diz que vai “falar” para ver se fica na Académica

Publicado

em

Declarações dos treinadores após o jogo entre o Paços de Ferreira e a Académica, que os “estudantes” venceram por 4-2, da 30.ª jornada da I Liga de futebol:

Sérgio Conceição (treinador da Académica): “Fizemos o jogo que tínhamos planeado, mas, desta vez, resultou em pleno. Conseguimos fazer quatro golos e isso fez toda a diferença.

Começámos mal a época, mas os jogadores foram inexcedíveis e, por vezes, não é fácil trabalhar com um treinador como eu. A partir do momento em que conseguimos a manutenção, definimos o objetivo de ficar nos oito primeiros e hoje conseguimos isso.

Desejo as maiores felicidades ao Paços, mas eu sou profissional e ambicioso.

A direção abordou-me, mas eu disse que estava focado em ficar nos oito primeiros, para entrar na fase de grupos da Taça da Liga. Agora teremos tempo para falar”.

Jorge Costa (treinador do Paços de Ferreira): “(O que aconteceu hoje) É alta competição. Houve eficácia de uma equipa e ineficácia da outra. Sabemos que a nossa equipa não está no seu melhor. Entrámos no jogo de forma aceitável, sofremos dois golos, conseguimos empatar e, depois, voltámos a sofrer.

Tivemos mais cantos, mais posse de bola, o dobro dos ataques e o dobro dos remates, pelo que acho que não é um resultado justo. Mas, pela eficácia da Académica, pela nossa ineficácia, ofensiva e defensiva, (este resultado) tem de se aceitar.

Mais do que o meu futuro e o dos jogadores, o que está em causa é o futuro da instituição. Temos que ir buscar forças, se calhar, onde não as temos, para tentarmos a permanência frente ao Desportivo das Aves.

(Sobre o jogo do “play-off) diante de uma equipa com quem o Paços já perdeu este ano) Não é importante se já perdemos ou não com o Aves. Do passado, vivem os museus”.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade