Desporto

Sérgio Conceição diz que não era fácil fazer o que a Académica fez frente ao Sporting

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 03-02-2014

Declarações à SportTV no final do jogo entre o Sporting e a Académica, da 17.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que terminou com um empate 0-0, em Lisboa.

PUBLICIDADE

Leonardo Jardim (Treinador do Sporting) – “O empate deve-se ao facto de não termos conseguido concretizar. Entrámos bem no jogo, mas depois fomos perdendo intensidade.

Na segunda parte voltámos a entrar bem e fomos crescendo e, mesmo com períodos em que o jogo não foi bem jogado, criámos ocasiões para concretizar, mas não conseguimos.

PUBLICIDADE

As equipas adversárias quando jogam em Alvalade baixam muito as linhas e era importante fazer um golo para desbloquear o jogo.

O Fredy Montero não tem conseguido finalizar mas o Sporting não vive à custa de um só jogador, temos outros e todos somos responsáveis por não fazer golos não vale a pena individualizar.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Ainda não tive a oportunidade de ver alguns lances, mas vou ver e analisar os critérios utilizados. Não acredito que o Sporting esteja em vantagem para o encontro com o Benfica, porque as equipas são construídas segundo os objetivos iniciais, mas a nossa postura passa por vencer em todos os jogos. Os ‘reforços’ de inverno são para tornar a equipa mais competitiva no setor ofensivo”.

Sérgio Conceição (Treinador da Académica de Coimbra) – “Apesar de não termos entrado bem no jogo, principalmente por culpa da qualidade do Sporting, estivemos melhor na segunda parte em que já jogamos à imagem daquilo que somos.

O Sporting tem boa dinâmica de jogo e o nosso trabalho e a solidariedade dos nossos jogadores é que são os grandes obreiros deste ponto. Este clima não é fácil para os árbitros e é normal e natural que se beneficie mais as equipas grandes e hoje sentimos um pouco isso em pequenas faltas a meio campo, mas o árbitro não teve influência.

Antes de falar de arbitragem é preciso falar de duas grandes equipas que fizeram um jogo muito competitivo. Sempre tivemos consciência do trabalho que desenvolvemos e claramente não é fácil, atendendo que saíram muitos jogadores e entraram outros e leva o seu tempo a construir e a interiorizar os automatismos e as rotinas de jogo. Não era nada fácil fazer o que fizemos aqui hoje”.

Fernando Alexandre (Jogador da Académica) – “É mais um ponto para a nossa luta. Obviamente que se fossem três era melhor. Fizemos o nosso trabalho, jogámos como uma verdadeira equipa. Equilibrámos o jogo e tivemos mesmo uma oportunidade para fazer golo. Estamos satisfeitos. Trabalhámos muito bem durante a semana e acreditámos no nosso trabalho e os bons resultados dão conta disso mesmo. Sabíamos que tínhamos de fazer o nosso jogo sabendo que o Sporting iria ter mais posse de bola e saímos com um ponto justamente”.

Carlos Mané (Jogador do Sporting) – “Acho que nos primeiros 15 minutos entrámos bem, mas depois fomos indo abaixo. Procurámos marcar, mas não conseguimos e agora é continuar a trabalhar para o próximo jogo. Vamos continuar a trabalhar sem pressão nenhuma. Nós não falamos na arbitragem, procuramos ganhar o jogo mas não conseguimos. Agora vamos pensar é no próximo”.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE